Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Em 1996 assassinou a mulher em Balneário Camboriú e deixou bilhete

Crime de 23 anos atrás guarda semelhanças com o de Lucimara Stasiak

Quinta, 4/4/2019 9:42.

Publicidade

O Páginas 3 online bateu na manhã de hoje seu recorde de quantidade de leitores simultâneos, fenômeno semelhante ao que ocorreu no dia 24 de fevereiro de 1996 quando a edição impressa do jornal se esgotou rapidamente devido a outro crime que guarda semelhanças com o assassinato da advogada Lucimara Stasiak.

Na época a internet estava surgindo e o fato fo destacado na capa daquele jornal com o título "Internet, barata e fácil de usar". O Página 3 online surgiria três anos depois.

Naquele crime, como agora, foi o mau cheiro percebido pelos vizinhos que provocou a ida da polícia ao local.

Os policiais arrombaram a porta de uma lanchonete na rua 1500 e encontraram os cadáveres de Maria das Graças Mendes e de Washington Luiz de Carvalho, companheira e enteado do assassino Osni Antunes.

O assassino, que havia trabalhado em frigoríficos, matou com facadas, colocou os cadáveres em freezers e foi para o Nordeste.

A conta de energia venceu, a Celesc efetuou o corte e o mau cheiro denunciou o crime quase dois meses depois.

No local havia bilhetes sem muito sentido, talvez uma tentativa de Osni -como agora- de se fingir de maluco.

No final o assassino foi condenado a 22 anos e saiu da cadeia em 2008.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Em 1996 assassinou a mulher em Balneário Camboriú e deixou bilhete

Crime de 23 anos atrás guarda semelhanças com o de Lucimara Stasiak

Publicidade

Quinta, 4/4/2019 9:42.

O Páginas 3 online bateu na manhã de hoje seu recorde de quantidade de leitores simultâneos, fenômeno semelhante ao que ocorreu no dia 24 de fevereiro de 1996 quando a edição impressa do jornal se esgotou rapidamente devido a outro crime que guarda semelhanças com o assassinato da advogada Lucimara Stasiak.

Na época a internet estava surgindo e o fato fo destacado na capa daquele jornal com o título "Internet, barata e fácil de usar". O Página 3 online surgiria três anos depois.

Naquele crime, como agora, foi o mau cheiro percebido pelos vizinhos que provocou a ida da polícia ao local.

Os policiais arrombaram a porta de uma lanchonete na rua 1500 e encontraram os cadáveres de Maria das Graças Mendes e de Washington Luiz de Carvalho, companheira e enteado do assassino Osni Antunes.

O assassino, que havia trabalhado em frigoríficos, matou com facadas, colocou os cadáveres em freezers e foi para o Nordeste.

A conta de energia venceu, a Celesc efetuou o corte e o mau cheiro denunciou o crime quase dois meses depois.

No local havia bilhetes sem muito sentido, talvez uma tentativa de Osni -como agora- de se fingir de maluco.

No final o assassino foi condenado a 22 anos e saiu da cadeia em 2008.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade