Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Motorista embriagado colide com veículo parado no Bairro das Nações

Terça, 18/9/2018 8:54.
Divulgação PM

Publicidade

Nesta segunda-feira (17), pouco antes da meia noite, a Polícia Militar foi acionada pelo 190 para atender uma ocorrência de acidente de trânsito na Rua Suíça, no Bairro das Nações, em Balneário Camboriú.

Testemunhas contaram que um automóvel Montana estava estacionado e foi atingido por um Kadett, que fugiu em direção ao Ariribá.

As testemunhas identificaram o endereço onde o Kadett estava e informaram a polícia.

O morador, J.J.S, 41 anos, foi reconhecido pelas testemunhas como condutor do automóvel Kadett.

Ao vir de encontro a guarnição o homem escorregou e caiu. Segundo a PM, J.J.S encontrava-se visivelmente embriagado e alegou que não era o condutor do veículo, e que quem conduzia o automóvel era sua esposa.

A mulher confirmou que dirigia o carro, mas quando foi advertida do crime de falso testemunho, optou por não depor a favor do companheiro.

O homem foi preso em flagrante por condução de veículo com a capacidade psicomotora alterada.

Providências de trânsito foram adotadas com relação ao automóvel Kadett, que se encontrava indevidamente estacionado na contramão de direção e afastado da guia.

O bafômetro confirmou a embriaguez.

J.J.S não possuía boletins de ocorrência.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação PM

Motorista embriagado colide com veículo parado no Bairro das Nações

Publicidade

Terça, 18/9/2018 8:54.

Nesta segunda-feira (17), pouco antes da meia noite, a Polícia Militar foi acionada pelo 190 para atender uma ocorrência de acidente de trânsito na Rua Suíça, no Bairro das Nações, em Balneário Camboriú.

Testemunhas contaram que um automóvel Montana estava estacionado e foi atingido por um Kadett, que fugiu em direção ao Ariribá.

As testemunhas identificaram o endereço onde o Kadett estava e informaram a polícia.

O morador, J.J.S, 41 anos, foi reconhecido pelas testemunhas como condutor do automóvel Kadett.

Ao vir de encontro a guarnição o homem escorregou e caiu. Segundo a PM, J.J.S encontrava-se visivelmente embriagado e alegou que não era o condutor do veículo, e que quem conduzia o automóvel era sua esposa.

A mulher confirmou que dirigia o carro, mas quando foi advertida do crime de falso testemunho, optou por não depor a favor do companheiro.

O homem foi preso em flagrante por condução de veículo com a capacidade psicomotora alterada.

Providências de trânsito foram adotadas com relação ao automóvel Kadett, que se encontrava indevidamente estacionado na contramão de direção e afastado da guia.

O bafômetro confirmou a embriaguez.

J.J.S não possuía boletins de ocorrência.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade