Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Governo Fabrício admite que menor foi agredido por guarda municipal

Foram 18 horas de enrolação para evitar admitir o fato

Quarta, 12/9/2018 7:23.
Google.

Publicidade

Após 18 horas de “enrolação” o governo Fabrício Oliveira admitiu ontem à noite que a agressão ao jovem de 17 anos na Avenida Atlântica enquanto esperava a abertura do seu local de trabalho partiu de um guarda municipal.

O Página 3 soube do fato na segunda-feira, consultou a administração municipal e não obteve resposta clara.

A “enrolação” foi deliberada porque desde segunda-feira o comando da segurança do governo municipal sabia, após examinar vídeo de segurança do local, que o responsável pela agressão era um guarda.

Ontem o vereador Marcelo Achutti anunciou que estava requerendo o filme de um totem de segurança próximo ao local da agressão.

O menor agredido não se intimidou, chamou a Polícia Militar e registrou boletim de ocorrência, com várias testemunhas.




A nota enviada ao Página 3 é a seguinte:

Sobre a ocorrência registrada no último domingo (9), a Secretaria de Segurança e o comando da Guarda Municipal identificaram que teve o envolvimento de um GM, que não estava em serviço. O secretário de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira, informa que já foi aberto um processo administrativo pela Corregedoria da Guarda e todos os fatos estão sendo apurados e todas as medidas cabíveis serão tomadas. Salienta, que a Secretaria e Comando não compactuam com a atitude, não sendo essa a conduta determinada a corporação.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Google.

Governo Fabrício admite que menor foi agredido por guarda municipal

Foram 18 horas de enrolação para evitar admitir o fato

Publicidade

Quarta, 12/9/2018 7:23.

Após 18 horas de “enrolação” o governo Fabrício Oliveira admitiu ontem à noite que a agressão ao jovem de 17 anos na Avenida Atlântica enquanto esperava a abertura do seu local de trabalho partiu de um guarda municipal.

O Página 3 soube do fato na segunda-feira, consultou a administração municipal e não obteve resposta clara.

A “enrolação” foi deliberada porque desde segunda-feira o comando da segurança do governo municipal sabia, após examinar vídeo de segurança do local, que o responsável pela agressão era um guarda.

Ontem o vereador Marcelo Achutti anunciou que estava requerendo o filme de um totem de segurança próximo ao local da agressão.

O menor agredido não se intimidou, chamou a Polícia Militar e registrou boletim de ocorrência, com várias testemunhas.




A nota enviada ao Página 3 é a seguinte:

Sobre a ocorrência registrada no último domingo (9), a Secretaria de Segurança e o comando da Guarda Municipal identificaram que teve o envolvimento de um GM, que não estava em serviço. O secretário de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira, informa que já foi aberto um processo administrativo pela Corregedoria da Guarda e todos os fatos estão sendo apurados e todas as medidas cabíveis serão tomadas. Salienta, que a Secretaria e Comando não compactuam com a atitude, não sendo essa a conduta determinada a corporação.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade