Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Tinha gato no Circo da Russia em Balneário Camboriú

Tititi, o dono, é uma lenda no mundo circense

Terça, 23/1/2018 6:29.
Divulgação.

Publicidade

A Polícia Militar constatou ontem, após ser chamada pela Celesc, que o Circo da Rússia estava desviando energia elétrica da rede pública através de um “gato de luz”.

Desde que chegou à cidade na semana passada esse circo só gerou problemas.

No final de semana, mesmo sem licença das autoridades, começou a funcionar registrando um incidente por insegurança em suas arquibancadas que causou pânico entre os frequentadores e quatro pessoas com escoriações.

O dono do circo, segundo a PM, seria Guilherme Horacio Candal Palacios que não foi localizado.

Guilherme Palacios, o Tititi, é uma lenda do mundo do circo no Brasil, foi dono do Circo Moscou e trabalha no ramo desde criança.

Aparentemente nunca primou pela segurança das instalações, em entrevista à publicação especializada “Circo News” contou que num ano perdeu sete circos que caíram com temporais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação.

Tinha gato no Circo da Russia em Balneário Camboriú

Tititi, o dono, é uma lenda no mundo circense

Publicidade

Terça, 23/1/2018 6:29.

A Polícia Militar constatou ontem, após ser chamada pela Celesc, que o Circo da Rússia estava desviando energia elétrica da rede pública através de um “gato de luz”.

Desde que chegou à cidade na semana passada esse circo só gerou problemas.

No final de semana, mesmo sem licença das autoridades, começou a funcionar registrando um incidente por insegurança em suas arquibancadas que causou pânico entre os frequentadores e quatro pessoas com escoriações.

O dono do circo, segundo a PM, seria Guilherme Horacio Candal Palacios que não foi localizado.

Guilherme Palacios, o Tititi, é uma lenda do mundo do circo no Brasil, foi dono do Circo Moscou e trabalha no ramo desde criança.

Aparentemente nunca primou pela segurança das instalações, em entrevista à publicação especializada “Circo News” contou que num ano perdeu sete circos que caíram com temporais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade