Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
PM acaba com festa regada a drogas no Centro de Camboriú

Moradores chegaram a ameaçar os policiais

Terça, 7/8/2018 10:25.

Publicidade

A Polícia Militar de Camboriú informou que lavrou sete termos circunstanciados (TCs) em uma ocorrência de perturbação de sossego alheio no início da manhã do último sábado, 4.

A algazarra acontecia em um apartamento na Rua Tarci Testoni dos Santos, no Centro.

Vizinhos relataram que a perturbação é frequente e que os moradores já teriam sido inclusive multados pelo condomínio, mas por terem forte poder econômico, a multa não surtiu efeito.

Os policiais militares foram até o apartamento dos autores e, ainda no corredor, ouviram som mecânico, gritaria e forte odor de maconha vindo do local. Todos que estavam no apartamento foram abordados, e nada de ilícito foi encontrado em revista pessoal.

Já durante a busca na residência, foram encontradas algumas pequenas porções de maconha, um esmurrugador (utilizado para fracionar a droga), uma porção de cocaína, um cachimbo, alguns cigarros de maconha e uma substância de cor alaranjada que não foi identificada.

A televisão de onde provinha o som alto foi apreendida, juntamente com a droga e os outros materiais encontrados.

Segundo a PM, os proprietários do apartamento, que são pai e filho, durante toda a ocorrência ameaçaram os policiais militares, afirmando que iriam processá-los por abuso de força e autoridade, dizendo também que “ferrariam” com os policiais, pois possuem alto poder econômico para isso.

A PM divulgou que ohomem mais velho já possui passagens por embriaguez ao volante e dano, enquanto seu filho possui passagens por furto, roubo, posse de drogas e clonagem de veículo.

Foram lavrados sete termos circunstanciados por posse de drogas e perturbação. Todos que foram abordados já possuíam alguma passagem criminal, exceto uma mulher.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

PM acaba com festa regada a drogas no Centro de Camboriú

Moradores chegaram a ameaçar os policiais

Publicidade

Terça, 7/8/2018 10:25.

A Polícia Militar de Camboriú informou que lavrou sete termos circunstanciados (TCs) em uma ocorrência de perturbação de sossego alheio no início da manhã do último sábado, 4.

A algazarra acontecia em um apartamento na Rua Tarci Testoni dos Santos, no Centro.

Vizinhos relataram que a perturbação é frequente e que os moradores já teriam sido inclusive multados pelo condomínio, mas por terem forte poder econômico, a multa não surtiu efeito.

Os policiais militares foram até o apartamento dos autores e, ainda no corredor, ouviram som mecânico, gritaria e forte odor de maconha vindo do local. Todos que estavam no apartamento foram abordados, e nada de ilícito foi encontrado em revista pessoal.

Já durante a busca na residência, foram encontradas algumas pequenas porções de maconha, um esmurrugador (utilizado para fracionar a droga), uma porção de cocaína, um cachimbo, alguns cigarros de maconha e uma substância de cor alaranjada que não foi identificada.

A televisão de onde provinha o som alto foi apreendida, juntamente com a droga e os outros materiais encontrados.

Segundo a PM, os proprietários do apartamento, que são pai e filho, durante toda a ocorrência ameaçaram os policiais militares, afirmando que iriam processá-los por abuso de força e autoridade, dizendo também que “ferrariam” com os policiais, pois possuem alto poder econômico para isso.

A PM divulgou que ohomem mais velho já possui passagens por embriaguez ao volante e dano, enquanto seu filho possui passagens por furto, roubo, posse de drogas e clonagem de veículo.

Foram lavrados sete termos circunstanciados por posse de drogas e perturbação. Todos que foram abordados já possuíam alguma passagem criminal, exceto uma mulher.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade