Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
DIC prende trio acusado de falsificação de documentos e venda ilegal de armas

Sexta, 24/8/2018 9:55.
Divulgação DIC
Rodrigo, Paula e Valdemir

Publicidade

A Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Itajaí, durante a data de ontem (23) e hoje (24), desencadeou o cumprimento de mandados da operação denominada “Mar Aberto”.

Segundo o delegado Weydson da Silva, o inquérito policial apurou a prática de diversos delitos de falsificação de documentos utilizados para venda de veículos com contratos bancários inadimplentes; para saques de FGTS; procurações para liberação de veículos apreendidos; diplomas; carteiras de habilitação (CNH); registros gerais (RG); contratos de compra e venda de imóveis, além da comercialização ilegal de armas e munições.

Durante a instrução do inquérito foram reunidas provas de que os acusados se dedicavam de maneira exclusiva para a prática de crimes.

Com base nos elementos juntados pela Polícia Civil, o Poder Judiciário deferiu a expedição de sete mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva.

Foram presos preventivamente RODRIGO THIAGO GUIMARÃES, 34 anos, pela prática de delitos de falsificação e venda ilegal de armas;PAULA ALEXANDRA ROCKENBACH, 37, pela prática de delitos de falsificação e VALDEMIR DA SILVA, 31, pela prática de delitos de venda ilegal de armas e munições.

Conforme a DIC, Valdemir ainda foi preso em flagrante pela posse ilegal de arma e munições (calibre .22 e 24 munições do mesmo calibre). Rodrigo já havia sido preso pela DIC de Itajaí em 02/04/2018 também pela prática de delitos de falsificação e posse de arma de fogo e munições.

Os mandados relacionados a Paula foram cumpridos em Joinville, os relacionados a Rodrigo em Navegantes e os mandados ligados a Valdemir em Itajaí.

Dentre os diversos documentos de origem suspeita apreendidos, destacou-se uma autorização de Arrais Amador, documento fornecido pela Marinha para a condução de embarcações. O documento estava na posse de terceiro que confirmou a confecção realizada por Rodrigo.

Na residência de Rodrigo ainda foi apreendida uma prensa de marca d’água do brasão da República, a mesma utilizada na Arrais.

A polícia seguirá trabalhando na apuração dos diversos documentos apreendidos.

A DIC ressalta que todos aqueles que adquiriram documentos falsos serão responsabilizados e terão suas prisões requeridas caso permaneçam com eles.

Portanto, a apresentação de documentos e o repasse de informações sobre a prática de crimes pode ser realizado através do e-mail [email protected], telefone 47 33482004 ou ainda na Rua Expedicionário Aleixo Maba, 199, Barra do Rio, Itajaí.

O anonimato é garantido.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação DIC
Rodrigo, Paula e Valdemir
Rodrigo, Paula e Valdemir

DIC prende trio acusado de falsificação de documentos e venda ilegal de armas

Publicidade

Sexta, 24/8/2018 9:55.

A Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Itajaí, durante a data de ontem (23) e hoje (24), desencadeou o cumprimento de mandados da operação denominada “Mar Aberto”.

Segundo o delegado Weydson da Silva, o inquérito policial apurou a prática de diversos delitos de falsificação de documentos utilizados para venda de veículos com contratos bancários inadimplentes; para saques de FGTS; procurações para liberação de veículos apreendidos; diplomas; carteiras de habilitação (CNH); registros gerais (RG); contratos de compra e venda de imóveis, além da comercialização ilegal de armas e munições.

Durante a instrução do inquérito foram reunidas provas de que os acusados se dedicavam de maneira exclusiva para a prática de crimes.

Com base nos elementos juntados pela Polícia Civil, o Poder Judiciário deferiu a expedição de sete mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva.

Foram presos preventivamente RODRIGO THIAGO GUIMARÃES, 34 anos, pela prática de delitos de falsificação e venda ilegal de armas;PAULA ALEXANDRA ROCKENBACH, 37, pela prática de delitos de falsificação e VALDEMIR DA SILVA, 31, pela prática de delitos de venda ilegal de armas e munições.

Conforme a DIC, Valdemir ainda foi preso em flagrante pela posse ilegal de arma e munições (calibre .22 e 24 munições do mesmo calibre). Rodrigo já havia sido preso pela DIC de Itajaí em 02/04/2018 também pela prática de delitos de falsificação e posse de arma de fogo e munições.

Os mandados relacionados a Paula foram cumpridos em Joinville, os relacionados a Rodrigo em Navegantes e os mandados ligados a Valdemir em Itajaí.

Dentre os diversos documentos de origem suspeita apreendidos, destacou-se uma autorização de Arrais Amador, documento fornecido pela Marinha para a condução de embarcações. O documento estava na posse de terceiro que confirmou a confecção realizada por Rodrigo.

Na residência de Rodrigo ainda foi apreendida uma prensa de marca d’água do brasão da República, a mesma utilizada na Arrais.

A polícia seguirá trabalhando na apuração dos diversos documentos apreendidos.

A DIC ressalta que todos aqueles que adquiriram documentos falsos serão responsabilizados e terão suas prisões requeridas caso permaneçam com eles.

Portanto, a apresentação de documentos e o repasse de informações sobre a prática de crimes pode ser realizado através do e-mail [email protected], telefone 47 33482004 ou ainda na Rua Expedicionário Aleixo Maba, 199, Barra do Rio, Itajaí.

O anonimato é garantido.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade