Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Souza, ex-São Paulo e Grêmio, é preso pela Polícia Federal
Agência PontoMKT

Sexta, 3/3/2017 8:09.

 (UOL/FOLHAPRESS) - O meia Souza, com passagens por São Paulo, PSG e Grêmio, entre outros clubes, foi preso nesta quinta-feira (2) em Brasília, segundo o Brasiliense, seu atual clube. Em nota publicada em seu site, a equipe informa que ele foi detido por "crimes contra a ordem tributária" momentos antes de uma partida do Campeonato do Distrito Federal.

"Pouco antes do jogo, dois agentes da PF chegaram ao vestiário, onde Souza e o restante do grupo se aqueciam. A situação pegou os atletas de surpresa e o meia, que estava relacionado para o duelo, não pôde entrar em campo", disse a nota oficial do Brasiliense.

Os crimes de ordem tributária teriam ocorrido no período em que Souza atuava no exterior. De acordo com o clube, o mandado pedindo a prisão de Souza foi expedido pela juíza federal substituta Silene Pinheiro Cruz Minitti, da 1ª Vara Federal, 5ª Subseção Judiciária em São Paulo.

Segundo a decisão, o jogador não pôde ser encontrado seguidas vezes nos endereços apresentados no processo e, por isso, teria tido prisão preventiva decretada em novembro passado.

Souza, que joga no Brasiliense desde o começo do ano, estava se preparando para entrar em campo contra o Paracatu, no estádio Abadião, em Ceilândia.

Segundo a nota oficial do clube, a argumentação da juíza que emitiu o mandado levou em conta que, apesar de ser "figura conhecida no meio esportivo" o meia nunca pôde ser encontrado. "Assim age de forma premeditada a fim de não ser localizado pelas autoridades", diz trecho da decisão publicado pelo clube em seu site. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Souza, ex-São Paulo e Grêmio, é preso pela Polícia Federal

Agência PontoMKT
Sexta, 3/3/2017 8:09.

 (UOL/FOLHAPRESS) - O meia Souza, com passagens por São Paulo, PSG e Grêmio, entre outros clubes, foi preso nesta quinta-feira (2) em Brasília, segundo o Brasiliense, seu atual clube. Em nota publicada em seu site, a equipe informa que ele foi detido por "crimes contra a ordem tributária" momentos antes de uma partida do Campeonato do Distrito Federal.

"Pouco antes do jogo, dois agentes da PF chegaram ao vestiário, onde Souza e o restante do grupo se aqueciam. A situação pegou os atletas de surpresa e o meia, que estava relacionado para o duelo, não pôde entrar em campo", disse a nota oficial do Brasiliense.

Os crimes de ordem tributária teriam ocorrido no período em que Souza atuava no exterior. De acordo com o clube, o mandado pedindo a prisão de Souza foi expedido pela juíza federal substituta Silene Pinheiro Cruz Minitti, da 1ª Vara Federal, 5ª Subseção Judiciária em São Paulo.

Segundo a decisão, o jogador não pôde ser encontrado seguidas vezes nos endereços apresentados no processo e, por isso, teria tido prisão preventiva decretada em novembro passado.

Souza, que joga no Brasiliense desde o começo do ano, estava se preparando para entrar em campo contra o Paracatu, no estádio Abadião, em Ceilândia.

Segundo a nota oficial do clube, a argumentação da juíza que emitiu o mandado levou em conta que, apesar de ser "figura conhecida no meio esportivo" o meia nunca pôde ser encontrado. "Assim age de forma premeditada a fim de não ser localizado pelas autoridades", diz trecho da decisão publicado pelo clube em seu site. 

Publicidade

Publicidade