Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Mãe de candidato sofre ameaça e entrega R$ 8 mil a bandidos

Quarta, 28/9/2016 11:02.

A mãe do candidato a prefeito de Camboriú, Altamir Montibeller, foi vítima de um golpe, na tarde de segunda-feira (26), no Centro de Balneário Camboriú. A idosa de 80 anos foi ameaçada por dois homens que disseram que se ela não desse dinheiro para eles, eles matariam Altamir.

O Página 3 apurou que Elly Montibeller caminhava pela Avenida Brasil e quando estava na esquina com a Rua 1.650 foi abordada por dois homens. O caso aconteceu por volta das 15h30. Os sujeitos estariam bem vestidos e pareciam estar armados.

Os dois golpistas disseram que conheciam o filho dela e que o matariam se ela não desse dinheiro para eles. A idosa, amedrontada, foi até a agência do Bradesco, que fica na Avenida Brasil, e sacou R$ 8 mil. Os criminosos ficaram aguardando ela sair do banco. Após ela entregar a quantia para eles, os dois ainda a ameaçaram, dizendo para ela não contar para ninguém o que havia acontecido.

A idosa foi para casa e tentou fingir para a família que nada havia acontecido, mas acabou contando para uma das filhas. O advogado que representa a família Montibeller registrou o caso na Justiça Eleitoral de Camboriú, porque suspeitam que pode ser um crime eleitoral e pedem que a Polícia Federal e o Ministério Público investiguem.

O Página 3 apurou ainda que a mãe do candidato não sofreu nenhum tipo de agressão e está bem.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Mãe de candidato sofre ameaça e entrega R$ 8 mil a bandidos

Quarta, 28/9/2016 11:02.

A mãe do candidato a prefeito de Camboriú, Altamir Montibeller, foi vítima de um golpe, na tarde de segunda-feira (26), no Centro de Balneário Camboriú. A idosa de 80 anos foi ameaçada por dois homens que disseram que se ela não desse dinheiro para eles, eles matariam Altamir.

O Página 3 apurou que Elly Montibeller caminhava pela Avenida Brasil e quando estava na esquina com a Rua 1.650 foi abordada por dois homens. O caso aconteceu por volta das 15h30. Os sujeitos estariam bem vestidos e pareciam estar armados.

Os dois golpistas disseram que conheciam o filho dela e que o matariam se ela não desse dinheiro para eles. A idosa, amedrontada, foi até a agência do Bradesco, que fica na Avenida Brasil, e sacou R$ 8 mil. Os criminosos ficaram aguardando ela sair do banco. Após ela entregar a quantia para eles, os dois ainda a ameaçaram, dizendo para ela não contar para ninguém o que havia acontecido.

A idosa foi para casa e tentou fingir para a família que nada havia acontecido, mas acabou contando para uma das filhas. O advogado que representa a família Montibeller registrou o caso na Justiça Eleitoral de Camboriú, porque suspeitam que pode ser um crime eleitoral e pedem que a Polícia Federal e o Ministério Público investiguem.

O Página 3 apurou ainda que a mãe do candidato não sofreu nenhum tipo de agressão e está bem.

Publicidade

Publicidade