Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Parabéns prefeito Piriquito, hoje a Trato Feito comemora dois anos
Reprodução.
Dia de comemorar a limpeza no governo municipal.

Quinta, 15/9/2016 9:29.

Exatamente dois anos atrás Balneário Camboriú acordou sobressaltada com a informação que policiais estavam efetuando batidas e prendendo pessoas na prefeitura e em diversos outros endereços na cidade e região.

Era a Operação Trato Feito, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), que identificou um grupo de servidores públicos e fornecedores que estavam roubando a cidade.

Em fevereiro daquele ano, o Página 3 havia noticiado fraudes na aquisição de brita e asfalto. O Ministério Público, através do promotor Jean Michel Forest, estava colhendo depoimentos de funcionárias do setor de compras da prefeitura que indicavam roubalheira em larga escala.

Esse promotor coordena o Gaeco na região de Itajaí e decidiu ampliar as investigações, inclusive com monitoramento telefônico o que levou à obtenção de robustas provas, 14 prisões e ao indiciamento de 46 pessoas.

Por conta das fraudes, o prefeito Edson Piriquito e outras pessoas estão com seus bens congelados, mas para a cadeia em definitivo ninguém foi e pelo jeito ninguém irá devido à morosidade processual.

Os links abaixo contam um pouco dessa história:

No dia da Operação

Polícia e MP realizam batida na prefeitura de Balneário Camboriú

Presidente da Compur e vários diretores da prefeitura estão presos

Trato Feito se concentra em denúncias da passarela, viaduto e pavimentação

Um mês depois

46 foram denunciados pelo MPSC

Um ano e meio depois

Dois anos atrás Página 3 denunciou desvios na prefeitura 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Fabrício Oliveira é acusado de omissão em relação ao loteamento clandestino Vila Fortaleza


Política


Cidade

Devido a declarações falsas, BC Port é alvo de investigação 


Cidade

Vice-prefeito quer estudar o assunto com mais cuidado 


Publicidade


Publicidade


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Esportes


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Parabéns prefeito Piriquito, hoje a Trato Feito comemora dois anos

Reprodução.
Dia de comemorar a limpeza no governo municipal.
Dia de comemorar a limpeza no governo municipal.
Quinta, 15/9/2016 9:29.

Exatamente dois anos atrás Balneário Camboriú acordou sobressaltada com a informação que policiais estavam efetuando batidas e prendendo pessoas na prefeitura e em diversos outros endereços na cidade e região.

Era a Operação Trato Feito, do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), que identificou um grupo de servidores públicos e fornecedores que estavam roubando a cidade.

Em fevereiro daquele ano, o Página 3 havia noticiado fraudes na aquisição de brita e asfalto. O Ministério Público, através do promotor Jean Michel Forest, estava colhendo depoimentos de funcionárias do setor de compras da prefeitura que indicavam roubalheira em larga escala.

Esse promotor coordena o Gaeco na região de Itajaí e decidiu ampliar as investigações, inclusive com monitoramento telefônico o que levou à obtenção de robustas provas, 14 prisões e ao indiciamento de 46 pessoas.

Por conta das fraudes, o prefeito Edson Piriquito e outras pessoas estão com seus bens congelados, mas para a cadeia em definitivo ninguém foi e pelo jeito ninguém irá devido à morosidade processual.

Os links abaixo contam um pouco dessa história:

No dia da Operação

Polícia e MP realizam batida na prefeitura de Balneário Camboriú

Presidente da Compur e vários diretores da prefeitura estão presos

Trato Feito se concentra em denúncias da passarela, viaduto e pavimentação

Um mês depois

46 foram denunciados pelo MPSC

Um ano e meio depois

Dois anos atrás Página 3 denunciou desvios na prefeitura 

Publicidade

Publicidade