Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Polícia mata 10 supostos criminosos em 15 dias

Ordem para os policiais militares parece ser atirar para matar

Quinta, 27/10/2016 7:56.

Publicidade

Os assaltantes Norberto José Borba e Dyngriam Pereira Nascimento, ambos com 24 anos, morreram ontem em confronto com a Polícia Militar em Itajaí, após assalto a uma residência. Um terceiro envolvido se rendeu e foi preso.

O assalto a princípio foi bem sucedido, uma senhora de 62 anos foi trancada numa dependência da casa e três bandidos fugiram numa camionete levando vários objetos de valor. No entanto, policiais em rondas desconfiaram das figuras e iniciaram a perseguição que culminou em tiros e duas mortes.

Em menos de três semanas foram dez criminosos e supostos criminosos mortos pela PM na região. A conta começou nos dias 12 e 13 quando sete morreram em dois dias após ameaças generalizadas à sociedade, o chamado Salve Geral. Na terça-feira (25) um assaltante foi morto durante perseguição após o roubo de um carro em Itajaí. E ontem ocorreram as outras duas mortes.

A ordem, parece bem claro, é atirar para matar em quem confronta a autoridade, comportamento aplaudido com entusiasmo nas redes sociais.

Pela leitura dessas redes, a sociedade parece considerar que a justiça deixou de proteger os cidadãos já que os bandidos são presos e logo soltos, portanto o melhor caminho seria exterminá-los.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Polícia mata 10 supostos criminosos em 15 dias

Ordem para os policiais militares parece ser atirar para matar

Publicidade

Quinta, 27/10/2016 7:56.

Os assaltantes Norberto José Borba e Dyngriam Pereira Nascimento, ambos com 24 anos, morreram ontem em confronto com a Polícia Militar em Itajaí, após assalto a uma residência. Um terceiro envolvido se rendeu e foi preso.

O assalto a princípio foi bem sucedido, uma senhora de 62 anos foi trancada numa dependência da casa e três bandidos fugiram numa camionete levando vários objetos de valor. No entanto, policiais em rondas desconfiaram das figuras e iniciaram a perseguição que culminou em tiros e duas mortes.

Em menos de três semanas foram dez criminosos e supostos criminosos mortos pela PM na região. A conta começou nos dias 12 e 13 quando sete morreram em dois dias após ameaças generalizadas à sociedade, o chamado Salve Geral. Na terça-feira (25) um assaltante foi morto durante perseguição após o roubo de um carro em Itajaí. E ontem ocorreram as outras duas mortes.

A ordem, parece bem claro, é atirar para matar em quem confronta a autoridade, comportamento aplaudido com entusiasmo nas redes sociais.

Pela leitura dessas redes, a sociedade parece considerar que a justiça deixou de proteger os cidadãos já que os bandidos são presos e logo soltos, portanto o melhor caminho seria exterminá-los.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade