Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Itajaí registra duas tentativas de assalto a bancos com explosivos
Divulgação

Sexta, 21/10/2016 10:21.

Duas ocorrências envolvendo agências bancárias foram registradas na madrugada desta sexta-feira (21), em Itajaí, ambas envolvendo explosivos. 

Explodiu e não levou nada

Bandidos invadiram uma agência do Banco do Brasil, que fica na Rua Doutor Reinaldo Schmithausen, no Bairro Cordeiros. Quando a polícia chegou ao local, por volta das 03h50, não havia mais ninguém lá. Porém, os militares sentiram um forte cheiro de pólvora, e a porta do banco estava danificada e com fumaça vindo de seu interior.

O vigilante do banco informou aos policiais que estava em rondas nas proximidades quando escutou o barulho da explosão e foi até a frente da agência, porém não avistou ninguém, somente a fachada danificada.

O local foi isolado, e a perícia confirmou que foram utilizados explosivos para danificar a porta de entrada. Equipes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) foram até lá e constataram que o banco estava seguro, pois todos os explosivos foram detonados. Ninguém foi localizado e nenhum valor foi levado.

Bandido preparado

Poucos minutos depois das 5h mais um banco foi explodido, dessa vez uma agência do Bradesco, na Rua Heitor Liberato, no Centro da cidade.

Conforme denúncia, um homem encapuzado e vestido todo de preto estaria entrando e saindo várias vezes do banco, onde ficam os caixas eletrônicos.

Ao chegarem ao local os policiais se depararam com o homem já saindo da agência com uma mochila nas costas. Em revista pessoal foram encontrados com ele um pé de cabra, uma touca ninja de cor preta, uma lanterna acoplada a um elástico para prender na cabeça e um artefato todo enrolado em fita isolante (semelhante a uma banana de dinamite – estilo bomba caseira).

O bandido informou aos policiais que a confecção da bomba caseira era de pólvora extraída de vários foguetes, misturada à gasolina. O mesmo usou o pé de cabra para fazer a abertura na parte da frente do caixa eletrônico para inserir a bomba caseira e logo após provocar a explosão.

Após ter concluído todo o processo de inserção do artefato no caixa, ateou fogo no estopim, mas este não explodiu. Por isso, a PM isolou o local até a chegada do BOPE.

O criminoso é um jovem de 18 anos. O nome dele não foi informado. A PM suspeita que ele é o responsável pela explosão no Banco do Brasil também.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Itajaí registra duas tentativas de assalto a bancos com explosivos

Divulgação
Sexta, 21/10/2016 10:21.

Duas ocorrências envolvendo agências bancárias foram registradas na madrugada desta sexta-feira (21), em Itajaí, ambas envolvendo explosivos. 

Explodiu e não levou nada

Bandidos invadiram uma agência do Banco do Brasil, que fica na Rua Doutor Reinaldo Schmithausen, no Bairro Cordeiros. Quando a polícia chegou ao local, por volta das 03h50, não havia mais ninguém lá. Porém, os militares sentiram um forte cheiro de pólvora, e a porta do banco estava danificada e com fumaça vindo de seu interior.

O vigilante do banco informou aos policiais que estava em rondas nas proximidades quando escutou o barulho da explosão e foi até a frente da agência, porém não avistou ninguém, somente a fachada danificada.

O local foi isolado, e a perícia confirmou que foram utilizados explosivos para danificar a porta de entrada. Equipes do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) foram até lá e constataram que o banco estava seguro, pois todos os explosivos foram detonados. Ninguém foi localizado e nenhum valor foi levado.

Bandido preparado

Poucos minutos depois das 5h mais um banco foi explodido, dessa vez uma agência do Bradesco, na Rua Heitor Liberato, no Centro da cidade.

Conforme denúncia, um homem encapuzado e vestido todo de preto estaria entrando e saindo várias vezes do banco, onde ficam os caixas eletrônicos.

Ao chegarem ao local os policiais se depararam com o homem já saindo da agência com uma mochila nas costas. Em revista pessoal foram encontrados com ele um pé de cabra, uma touca ninja de cor preta, uma lanterna acoplada a um elástico para prender na cabeça e um artefato todo enrolado em fita isolante (semelhante a uma banana de dinamite – estilo bomba caseira).

O bandido informou aos policiais que a confecção da bomba caseira era de pólvora extraída de vários foguetes, misturada à gasolina. O mesmo usou o pé de cabra para fazer a abertura na parte da frente do caixa eletrônico para inserir a bomba caseira e logo após provocar a explosão.

Após ter concluído todo o processo de inserção do artefato no caixa, ateou fogo no estopim, mas este não explodiu. Por isso, a PM isolou o local até a chegada do BOPE.

O criminoso é um jovem de 18 anos. O nome dele não foi informado. A PM suspeita que ele é o responsável pela explosão no Banco do Brasil também.

Publicidade

Publicidade