Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Receita e Polícia Federal apreendem quase uma tonelada de cocaína no porto

Terça, 8/11/2016 8:57.

A Receita e a Polícia Federal apreenderam 944kg de cocaína pura no Porto de Navegantes (Portonave), ontem (7). Essa foi a quarta grande apreensão de drogas no porto neste ano.

Segundo informações divulgadas pela Receita, a apreensão foi resultado de uma operação em parceria com a Polícia Federal e motivada pelo aumento das apreensões no porto. Foram feitas vistorias em várias cargas que embarcariam em navios diferentes. Com a ajuda de um cão farejador, os fiscais e policiais conseguiram encontrar os 944kg em um contêiner carregado de madeira. O material ia para a Bélgica.

A Receita destaca que diferententemente das três apreensões anteriores, em que as cargas estavam bem disfarçadas (na primeira, em blocos de granito, na segunda envolta em bobinas de aço e na última em latas de abacaxis em calda), desta vez os 850 tabletes de cocaína estavam em sacolas de viagem. As malas estavam apenas depositadas junto da madeira a ser exportada.

A Receita e a Polícia Federal não informaram os nomes e de onde são as duas empresas responsáveis pela droga, apenas que elas não possuem ligação com os outros casos.

Fotos:

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Receita e Polícia Federal apreendem quase uma tonelada de cocaína no porto

Terça, 8/11/2016 8:57.

A Receita e a Polícia Federal apreenderam 944kg de cocaína pura no Porto de Navegantes (Portonave), ontem (7). Essa foi a quarta grande apreensão de drogas no porto neste ano.

Segundo informações divulgadas pela Receita, a apreensão foi resultado de uma operação em parceria com a Polícia Federal e motivada pelo aumento das apreensões no porto. Foram feitas vistorias em várias cargas que embarcariam em navios diferentes. Com a ajuda de um cão farejador, os fiscais e policiais conseguiram encontrar os 944kg em um contêiner carregado de madeira. O material ia para a Bélgica.

A Receita destaca que diferententemente das três apreensões anteriores, em que as cargas estavam bem disfarçadas (na primeira, em blocos de granito, na segunda envolta em bobinas de aço e na última em latas de abacaxis em calda), desta vez os 850 tabletes de cocaína estavam em sacolas de viagem. As malas estavam apenas depositadas junto da madeira a ser exportada.

A Receita e a Polícia Federal não informaram os nomes e de onde são as duas empresas responsáveis pela droga, apenas que elas não possuem ligação com os outros casos.

Fotos:

Publicidade

Publicidade