Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Dois homens foram baleados em Camboriú, no domingo
Divulgação

Segunda, 7/11/2016 10:59.

Dois homens, de 20 e 23 anos, foram baleados no Bairro Monte Alegre, em Camboriú, no domingo (6), com diferença de duas horas e a uma quadra de distância. Ambos possuem várias passagens pela polícia.

Tentativa de homicídio, prisões e drogas

Lucas Henrique de Moura Chagas, de 20 anos, foi baleado no antebraço esquerdo por volta das 16h, na Rua Monte Pamir, no Bairro Monte Alegre. A bala acabou atingindo uma artéria. Ele foi socorrido pelo SAMU e passou por cirurgia.

A assessoria da Polícia Militar relatou que os policiais conseguiram identificar os dois responsáveis por balearem Lucas Henrique pouco depois do crime. A própria vítima informou quem eram os responsáveis.

Testemunhas do crime contaram que o atirador teria recebido ajuda de um motorista que dirigia um Renault/Clio de cor escura. O comparsa residia na Rua Floamboyant, também no Bairro Monte Alegre.

Os militares foram até o local indicado e conseguiram abordar um dos suspeitos, AJF, 22 anos, o suposto comparsa do atirador. A polícia entrou na casa onde ele estava e encontrou no local 2,2 kg de maconha, um pouco mais de um quilo de cocaína, uma balança de precisão e plástico para embalar as drogas. O suspeito foi preso em flagrante.

Em continuidade com as investigações do caso, a PM ficou sabendo que o responsável por balear Lucas Henrique estaria no Bairro Conde Vila Verde. Ele estaria carregando uma capa de violão com armas de fogo. Após algumas rondas, os militares conseguiram encontrar o suspeito.

Ao notar a presença da polícia, ele suspeito começou a correr, abandonando a capa durante o trajeto. Dentro da embalagem foram localizadas uma espingarda calibre 12 sem numeração (a utilizada para balear Lucas), 17 munições e uma pistola da marca Taurus calibre 765mm com um carregador.

O suposto criminoso, EFF, 18 anos, foi perseguido e alcançado dentro da casa onde vivia, onde foram encontradas mais sete buchas de cocaína e um torrão de maconha. Ele foi preso em flagrante.

Considerando tudo isso e o fato de que Lucas possui 18 passagens pela polícia, principalmente por tráfico, a PM suspeita que a motivação tenha envolvimento com drogas.

Mais um

Duas horas depois, às 19h, outro homem, de 23 anos, foi baleado no pescoço. O sujeito foi atingido a poucas quadras de distância do crime anterior, na Rua Amor Perfeito, também no Bairro Monte Alegre. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal Ruth Cardoso.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Especial

Festival de música eletrônica reuniu milhares de pessoas na virada do ano, em Rio Negrinho


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Dois homens foram baleados em Camboriú, no domingo

Divulgação
Segunda, 7/11/2016 10:59.

Dois homens, de 20 e 23 anos, foram baleados no Bairro Monte Alegre, em Camboriú, no domingo (6), com diferença de duas horas e a uma quadra de distância. Ambos possuem várias passagens pela polícia.

Tentativa de homicídio, prisões e drogas

Lucas Henrique de Moura Chagas, de 20 anos, foi baleado no antebraço esquerdo por volta das 16h, na Rua Monte Pamir, no Bairro Monte Alegre. A bala acabou atingindo uma artéria. Ele foi socorrido pelo SAMU e passou por cirurgia.

A assessoria da Polícia Militar relatou que os policiais conseguiram identificar os dois responsáveis por balearem Lucas Henrique pouco depois do crime. A própria vítima informou quem eram os responsáveis.

Testemunhas do crime contaram que o atirador teria recebido ajuda de um motorista que dirigia um Renault/Clio de cor escura. O comparsa residia na Rua Floamboyant, também no Bairro Monte Alegre.

Os militares foram até o local indicado e conseguiram abordar um dos suspeitos, AJF, 22 anos, o suposto comparsa do atirador. A polícia entrou na casa onde ele estava e encontrou no local 2,2 kg de maconha, um pouco mais de um quilo de cocaína, uma balança de precisão e plástico para embalar as drogas. O suspeito foi preso em flagrante.

Em continuidade com as investigações do caso, a PM ficou sabendo que o responsável por balear Lucas Henrique estaria no Bairro Conde Vila Verde. Ele estaria carregando uma capa de violão com armas de fogo. Após algumas rondas, os militares conseguiram encontrar o suspeito.

Ao notar a presença da polícia, ele suspeito começou a correr, abandonando a capa durante o trajeto. Dentro da embalagem foram localizadas uma espingarda calibre 12 sem numeração (a utilizada para balear Lucas), 17 munições e uma pistola da marca Taurus calibre 765mm com um carregador.

O suposto criminoso, EFF, 18 anos, foi perseguido e alcançado dentro da casa onde vivia, onde foram encontradas mais sete buchas de cocaína e um torrão de maconha. Ele foi preso em flagrante.

Considerando tudo isso e o fato de que Lucas possui 18 passagens pela polícia, principalmente por tráfico, a PM suspeita que a motivação tenha envolvimento com drogas.

Mais um

Duas horas depois, às 19h, outro homem, de 23 anos, foi baleado no pescoço. O sujeito foi atingido a poucas quadras de distância do crime anterior, na Rua Amor Perfeito, também no Bairro Monte Alegre. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Municipal Ruth Cardoso.

Publicidade

Publicidade