Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Jovem com transtornos psicológicos ameaça incendiar casa onde vivia

Sexta, 18/11/2016 9:04.

Um homem de 24 anos teve de ser contido pela Polícia Militar na tarde de ontem (17), no Bairro Meia Praia, em Itapema. Ele possui transtornos mentais e estava ameaçando atirar nos policiais e atear fogo na casa onde vivia.

Segundo informações da Polícia Militar, por determinação judicial, os policiais foram até a Rua 244, onde estava o jovem. Ele é esquizofrênico e bipolar, além de supostamente ser usuário de drogas.

A assessoria da PM relatou que ele não queria deixar a residência e chegou a simular que estava armado, dizendo que só sairia do local morto. Ele ameaçou atirar contra os policiais e ligou o gás da cozinha, dizendo que iria colocar fogo na casa.

Os militares isolaram o local e começaram a tentar convencer o rapaz a se entregar. A ocorrência exigiu um cuidado extra, já que havia risco de explosão por causa do gás.

Depois de mais de uma hora de negociação, o jovem aceitou ajuda. Ele foi encaminhado para uma clínica especializada. Não houve feridos.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Jovem com transtornos psicológicos ameaça incendiar casa onde vivia

Sexta, 18/11/2016 9:04.

Um homem de 24 anos teve de ser contido pela Polícia Militar na tarde de ontem (17), no Bairro Meia Praia, em Itapema. Ele possui transtornos mentais e estava ameaçando atirar nos policiais e atear fogo na casa onde vivia.

Segundo informações da Polícia Militar, por determinação judicial, os policiais foram até a Rua 244, onde estava o jovem. Ele é esquizofrênico e bipolar, além de supostamente ser usuário de drogas.

A assessoria da PM relatou que ele não queria deixar a residência e chegou a simular que estava armado, dizendo que só sairia do local morto. Ele ameaçou atirar contra os policiais e ligou o gás da cozinha, dizendo que iria colocar fogo na casa.

Os militares isolaram o local e começaram a tentar convencer o rapaz a se entregar. A ocorrência exigiu um cuidado extra, já que havia risco de explosão por causa do gás.

Depois de mais de uma hora de negociação, o jovem aceitou ajuda. Ele foi encaminhado para uma clínica especializada. Não houve feridos.

Publicidade

Publicidade