Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Escapamento aberto já rendeu mais de 400 multas só neste ano em Balneário Camboriú
Divulgação

Quinta, 17/11/2016 8:58.

Leitores procuraram o Página 3 para reclamar de carros e motos que circulam pelas ruas de Balneário Camboriú fazendo muito barulho, causado pelo escapamento, que muitas vezes é furado ou tem o miolo retirado especialmente para emitir som. Segundo a polícia, somente neste ano, 423 motoristas foram multados na cidade por cometerem essa infração.

Essa mudança no escapamento é considerada infração grave e está prevista no Artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro. Quem é flagrado é multado em R$ 195,23, leva cinco pontos na carteira e tem o veículo retido para regularização.

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, Evaldo Hoffmann, explica que 95% desses 423 motoristas flagrados são motociclistas, apenas 5% dirigem carros.

“Já consideramos esse número bastante expressivo, mas a demanda é muito grande e aumenta aos finais de semana e na temporada de verão, quando turistas e moradores da região visitam Balneário. A maioria circula pelas avenidas Brasil e Atlântica”, salienta.

Hoffmann conta que os flagrantes normalmente acontecem após denúncia do público, em rondas dos PMs ou em barreiras – inclusive já foram feitas blitzes especialmente para combater essa infração. “A maioria dos motoristas flagrados são jovens. Eles furam o escapamento ou tiram o miolo dele para fazer barulho, acham que deixa a moto mais bacana, esportiva”, diz.

O comandante reforça que os policiais são xingados quando multam ou apreendem veículos por esse motivo, pois o público alega que a polícia deveria estar prendendo bandidos e não multando e apreendendo veículos.

“Mas não podemos fechar os olhos para essa infração. Se flagrarmos, vamos tomar as devidas providências, sim. Há ainda casos que perturbam o sossego alheio. Caso o motorista seja flagrado parado em frente a uma residência ou que esteja dando voltas pelo mesmo local, ele ainda responderá por isso”, acrescenta.

Som alto

Com a mudança no Código de Trânsito, agora os policiais, agentes de trânsito e guardas municipais não precisam mais usar o decibelímetro para averiguar se o som está acima do permitido.

“Se o agente notar que o som está incomodando, ele já pode agir”, afirma o comandante. Na temporada, esse problema deve aumentar.

A infração está prevista no Artigo 228 e também rende multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira, podendo ainda o veículo ser retido. Desde que o Código mudou, no último dia 1º, a PM já multou 13 motoristas em Balneário.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Escapamento aberto já rendeu mais de 400 multas só neste ano em Balneário Camboriú

Divulgação
Quinta, 17/11/2016 8:58.

Leitores procuraram o Página 3 para reclamar de carros e motos que circulam pelas ruas de Balneário Camboriú fazendo muito barulho, causado pelo escapamento, que muitas vezes é furado ou tem o miolo retirado especialmente para emitir som. Segundo a polícia, somente neste ano, 423 motoristas foram multados na cidade por cometerem essa infração.

Essa mudança no escapamento é considerada infração grave e está prevista no Artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro. Quem é flagrado é multado em R$ 195,23, leva cinco pontos na carteira e tem o veículo retido para regularização.

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar, Evaldo Hoffmann, explica que 95% desses 423 motoristas flagrados são motociclistas, apenas 5% dirigem carros.

“Já consideramos esse número bastante expressivo, mas a demanda é muito grande e aumenta aos finais de semana e na temporada de verão, quando turistas e moradores da região visitam Balneário. A maioria circula pelas avenidas Brasil e Atlântica”, salienta.

Hoffmann conta que os flagrantes normalmente acontecem após denúncia do público, em rondas dos PMs ou em barreiras – inclusive já foram feitas blitzes especialmente para combater essa infração. “A maioria dos motoristas flagrados são jovens. Eles furam o escapamento ou tiram o miolo dele para fazer barulho, acham que deixa a moto mais bacana, esportiva”, diz.

O comandante reforça que os policiais são xingados quando multam ou apreendem veículos por esse motivo, pois o público alega que a polícia deveria estar prendendo bandidos e não multando e apreendendo veículos.

“Mas não podemos fechar os olhos para essa infração. Se flagrarmos, vamos tomar as devidas providências, sim. Há ainda casos que perturbam o sossego alheio. Caso o motorista seja flagrado parado em frente a uma residência ou que esteja dando voltas pelo mesmo local, ele ainda responderá por isso”, acrescenta.

Som alto

Com a mudança no Código de Trânsito, agora os policiais, agentes de trânsito e guardas municipais não precisam mais usar o decibelímetro para averiguar se o som está acima do permitido.

“Se o agente notar que o som está incomodando, ele já pode agir”, afirma o comandante. Na temporada, esse problema deve aumentar.

A infração está prevista no Artigo 228 e também rende multa de R$ 195,23 e cinco pontos na carteira, podendo ainda o veículo ser retido. Desde que o Código mudou, no último dia 1º, a PM já multou 13 motoristas em Balneário.

Publicidade

Publicidade