Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Genro e sogro são presos por tráfico de drogas
Divulgação

Quinta, 9/6/2016 10:35.

Genro e sogro, que traficavam drogas em Balneário e região, foram presos na noite de terça-feira (7), na Rua Marmeleiro, no Bairro Tabuleiro, em Camboriú.

Segundo informações da Polícia Militar de Camboriú, policiais faziam rondas pelo local quando avistaram um VW/Passat preto parado na frente de uma casa, que seria conhecida por ser ponto de tráfico de drogas. O carro estava ligado e sem ninguém dentro dele.

Os policiais ficaram esperando o retorno do motorista e o abordaram. Com ele nada de ilícito foi encontrado, mas dentro do carro dele foi encontrada uma porção de cocaína. Ele informou que é usuário.

O proprietário da casa também foi abordado e ao ser perguntado se possuía algo ilícito na residência, este teria relatado que tinha certa quantidade de cocaína em seu quarto.

A filha e o genro do homem estavam no local. Na casa foi localizada uma porção grande de cocaína, uma pistola com a numeração raspada, com carregador e duas munições e a quantia de R$ 2.376. O proprietário da residência admitiu que é traficante de drogas, e que estava vendendo os ilícitos porque estava passando necessidades financeiras e que a arma lhe pertencia.

As buscas no local continuaram e foram localizadas mais 28 munições, uma bucha pequena de cocaína, duas balanças de precisão, três facas com resquícios de maconha e uma arma falsa semelhante a um fuzil.

Durante a ação, o genro do traficante relatou que ao ver a viatura parada em frente à residência, correu e jogou no terreno ao lado três porções de maconha, nove buchas grandes de cocaína, um rolo de papel filme e uma faca com resquícios de maconha.

Havia câmeras instaladas na residência, e através delas os traficantes acompanhavam a movimentação interna e externa do local. Os dois traficantes e o usuário de drogas foram presos. A filha do traficante não tinha envolvimento com a prática criminosa e foi liberada.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Genro e sogro são presos por tráfico de drogas

Divulgação
Quinta, 9/6/2016 10:35.

Genro e sogro, que traficavam drogas em Balneário e região, foram presos na noite de terça-feira (7), na Rua Marmeleiro, no Bairro Tabuleiro, em Camboriú.

Segundo informações da Polícia Militar de Camboriú, policiais faziam rondas pelo local quando avistaram um VW/Passat preto parado na frente de uma casa, que seria conhecida por ser ponto de tráfico de drogas. O carro estava ligado e sem ninguém dentro dele.

Os policiais ficaram esperando o retorno do motorista e o abordaram. Com ele nada de ilícito foi encontrado, mas dentro do carro dele foi encontrada uma porção de cocaína. Ele informou que é usuário.

O proprietário da casa também foi abordado e ao ser perguntado se possuía algo ilícito na residência, este teria relatado que tinha certa quantidade de cocaína em seu quarto.

A filha e o genro do homem estavam no local. Na casa foi localizada uma porção grande de cocaína, uma pistola com a numeração raspada, com carregador e duas munições e a quantia de R$ 2.376. O proprietário da residência admitiu que é traficante de drogas, e que estava vendendo os ilícitos porque estava passando necessidades financeiras e que a arma lhe pertencia.

As buscas no local continuaram e foram localizadas mais 28 munições, uma bucha pequena de cocaína, duas balanças de precisão, três facas com resquícios de maconha e uma arma falsa semelhante a um fuzil.

Durante a ação, o genro do traficante relatou que ao ver a viatura parada em frente à residência, correu e jogou no terreno ao lado três porções de maconha, nove buchas grandes de cocaína, um rolo de papel filme e uma faca com resquícios de maconha.

Havia câmeras instaladas na residência, e através delas os traficantes acompanhavam a movimentação interna e externa do local. Os dois traficantes e o usuário de drogas foram presos. A filha do traficante não tinha envolvimento com a prática criminosa e foi liberada.

Publicidade

Publicidade