Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

PM omitiu da sociedade um encontro de cadáver
PM continua manipulando informações que distribui à sociedade.

Quarta, 17/2/2016 9:31.

Mais uma ocorrência grave foi omitida pelo serviço de divulgação à imprensa do 12º Batalhão de Polícia Militar. O corpo de um homem foi encontrado no domingo (14), em Camboriú, e a PM só divulgou na tarde de terça-feira (16) depois de questionada pelo jornalista Pedro Guilherme da Rosa do portal Click Camboriú.

O fato não foi relatado pela PM no seu serviço de divulgação no Facebook, nem nos alertas enviados a jornalistas pelo WhatsApp.

O jornalista questionou, dizendo que ficou sabendo que Luiz Eduardo de Oliveira, 20 anos, havia sido encontrado morto na zona rural de Camboriú. Ele comentou também que a vítima teria sido morta a facadas.

O tenente Tiago Ghilardi respondeu que a informação não procedia (a morte a facadas), mas confirmou que um corpo havia sido encontrado no domingo. “Houve um encontro de cadáver com um saco na cabeça no interior. Não sabemos como foi morto. Se foi por facadas, para nós é novidade, já que estava em início de decomposição e não mexemos no corpo”, escreveu.

Ghilardi ainda escreveu “penso que o grupo se destina a postagens de interesse geral” deixando a dúvida do por que o encontro de um cadáver com um saco plástico na cabeça não seria de interesse geral da sociedade.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

PM omitiu da sociedade um encontro de cadáver

PM continua manipulando informações que distribui à sociedade.
PM continua manipulando informações que distribui à sociedade.
Quarta, 17/2/2016 9:31.

Mais uma ocorrência grave foi omitida pelo serviço de divulgação à imprensa do 12º Batalhão de Polícia Militar. O corpo de um homem foi encontrado no domingo (14), em Camboriú, e a PM só divulgou na tarde de terça-feira (16) depois de questionada pelo jornalista Pedro Guilherme da Rosa do portal Click Camboriú.

O fato não foi relatado pela PM no seu serviço de divulgação no Facebook, nem nos alertas enviados a jornalistas pelo WhatsApp.

O jornalista questionou, dizendo que ficou sabendo que Luiz Eduardo de Oliveira, 20 anos, havia sido encontrado morto na zona rural de Camboriú. Ele comentou também que a vítima teria sido morta a facadas.

O tenente Tiago Ghilardi respondeu que a informação não procedia (a morte a facadas), mas confirmou que um corpo havia sido encontrado no domingo. “Houve um encontro de cadáver com um saco na cabeça no interior. Não sabemos como foi morto. Se foi por facadas, para nós é novidade, já que estava em início de decomposição e não mexemos no corpo”, escreveu.

Ghilardi ainda escreveu “penso que o grupo se destina a postagens de interesse geral” deixando a dúvida do por que o encontro de um cadáver com um saco plástico na cabeça não seria de interesse geral da sociedade.
 

Publicidade

Publicidade