Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Bar na Barra é flagrado com máquinas de apostas do jogo do bicho
Divulgação PM

Segunda, 1/2/2016 10:12.

Um bar foi fechado na madrugada dessa segunda-feira (1º), na Rua Hermógenes de Assis Feijó, no Bairro da Barra, em Balneário Camboriú. O local possuía máquinas de apostas do jogo do bicho.

Policiais em rondas pelo Bairro da Barra encontraram um bar aberto, às 3h10 dessa segunda-feira. Devido ao horário, os militares entraram no local para fiscalizá-lo.

Eles se depararam com uma máquina de apostas do jogo do bicho. A proprietária, de 53 anos, confirmou a realização das apostas e confessou que não tinha alvará para funcionamento de seu comércio.

Ela teve de assinar um termo circunstanciado, se comprometendo a regular a situação de seu bar, além de que deverá comparecer em Juízo em data a ser agendada.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Exemplo de desrespeito com o dinheiro público espera por climatização, elevadores e divisórias.


Geral

A campanha ReciclaBC da Ambiental e Prefeitura de Balneário faz alertas frequentes para o descarte correto


Geral

Areia do fundo do mar não é esgoto 


Cidade

 Governo do município não tem foco claro sobre o problema


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Bar na Barra é flagrado com máquinas de apostas do jogo do bicho

Divulgação PM

Publicidade

Segunda, 1/2/2016 10:12.

Um bar foi fechado na madrugada dessa segunda-feira (1º), na Rua Hermógenes de Assis Feijó, no Bairro da Barra, em Balneário Camboriú. O local possuía máquinas de apostas do jogo do bicho.

Policiais em rondas pelo Bairro da Barra encontraram um bar aberto, às 3h10 dessa segunda-feira. Devido ao horário, os militares entraram no local para fiscalizá-lo.

Eles se depararam com uma máquina de apostas do jogo do bicho. A proprietária, de 53 anos, confirmou a realização das apostas e confessou que não tinha alvará para funcionamento de seu comércio.

Ela teve de assinar um termo circunstanciado, se comprometendo a regular a situação de seu bar, além de que deverá comparecer em Juízo em data a ser agendada.

Publicidade

Publicidade