Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Operação Veraneio: BC vai ter reforço maior do que no ano passado
Secom

Quinta, 15/12/2016 10:02.

A Operação Veraneio começa oficialmente na próxima quinta-feira (22). Ontem (14) o Governo do Estado a oficializou, divulgando que será a maior operação integrada de Segurança Pública de Santa Catarina, com mais de oito mil profissionais mobilizados,que atuarão no Litoral e no interior do Estado, atendendo às praias, balneários e estâncias hidrominerais.

Balneário Camboriú

Para Balneário devem vir 119 policiais militares, que reforçarão o efetivo do verão. Serão 90 para o patrulhamento ostensivo (ano passado foram 70), 12 para a PM Montada, quatro do canil (K-9), oito do Choque, e cinco do helicóptero Águia (que estará na cidade aos finais de semana). Na temporada 2015/2016 o reforço foi de 103 policiais. Ou seja, nesse ano estão vindo 16 PMs a mais.

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Balneário, Evaldo Hoffmann, explica que a ideia é aumentar as barreiras em entradas e saídas da cidade e reforçar a presença policial na Rodovia Interprais e nos bairros, não ficando apenas nas avenidas Brasil e Atlântica.

Outra ação que a PM está articulando é nas casas noturnas da cidade, nas entradas e saídas, focando na Lei Seca. “Faremos operações em conjunto com a Guarda Municipal, Bombeiros e Polícia Civil também, inclusive já estamos discutindo o Réveillon, que é o auge da nossa temporada”, acrescenta.

Hoffmann comenta que as principais ocorrências atendidas durante o verão são as de menor potencial, como furtos, posse de drogas, abordagens a pessoas suspeitas e principalmente perturbação do sossego alheio. “Um local que é alvo de denúncias constantes nessa época do ano é o Calçadão da Avenida Central, onde iremos fortalecer nossas rondas”, diz. A PM também utilizará com mais frequência os quadriciclos na areia da praia e reforçará a bike patrulha.

Nas praias

Ao todo atuarão 128 guarda-vidas nos 13 postos ativos em Balneário Camboriú, considerando a Praia Central e as Agrestes. São 120 guarda-vidas civis, sendo 37 recém-formados e atuando pela primeira vez, mais oito militares. O helicóptero Arcanjo também estará na cidade, a exemplo do último verão.

O tenente-coronel Eduardo Haroldo de Lima, comandante do Corpo de Bombeiros de Balneário, exalta que por conta do aumento considerável no número de turistas terão que ter mais responsabilidade. “Estamos preparados tanto em pessoal quanto em material. Uma novidade é que utilizaremos bicicletas para fazer rondas e conseguir chegar mais rapidamente até as vítimas, já que por conta do trânsito às vezes demora para a ambulância chegar”, diz.

Santa Catarina

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira, acompanhado do secretário de Segurança Pública, Cesar Grubba, participou do lançamento e abertura da Operação Veraneio 2016/2017 e lembrou que Santa Catarina foi referência de melhor destino turístico por oito anos. “Além das nossas belezas naturais também faz toda a diferença a qualidade dos serviços que oferecemos num conjunto de ações de todos os setores. Notadamente no atendimento rápido às demandas na área de Saúde, Segurança Pública, e Infraestrutura, como abastecimento de água e energia elétrica”, enfatizou.

Do efetivo, para a qual serão engajadas todas as forças de segurança, estão: a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Geral de Perícias e Detran. Também haverá o constante apoio da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), das delegacias especializadas, da Academia de Polícia Civil (Acadepol) e da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil.

O Corpo de Bombeiros mobilizará um efetivo de 1.339 guarda-vidas civis e 188 guarda-vidas militares, espalhados em mais de 312 postos de observação no Litoral e no Interior. Serão monitorados mais de 455 quilômetros de extensão divididos em 157 praias, além de 35 balneários e 17 estâncias hidrominerais. Na Polícia Civil, serão mobilizados policiais convocados e lotados, que atuarão em 36 municípios, entre cidades litorâneas e de águas termais. Destas, 26 terão reforço policial. O Serviço Aeropolicial da Polícia Civil também estará mobilizado. Os policiais que estão concluindo o curso de formação irão reforçar os trabalhos no litoral.

A SSP prevê um gasto superior a R$ 26 milhões com a operação, valor investido na última temporada. O recurso será utilizado no pagamento de diárias para os policiais que serão transferidos de sua base para o litoral, alimentação de todo o efetivo e pagamento dos guarda vidas civis. Este acréscimo nos gastos, comparado ao último ano, está relacionado ao reforço de agentes de segurança nesta temporada, com a conclusão dos cursos de formação. Este efetivo será remanejado como reforço no policiamento nas cidades que receberão a Operação Veraneio.

Além do efetivo, nesta temporada serão utilizados 1,7 mil viaturas, 250 motocicletas, 120 embarcações, 50 quadriciclos, 43 motonáuticas, 30 bases móveis, 07 helicópteros e 03 aviões. O secretario Grubba citou como destaque especial para esta edição de 2016-2017, os 1.299 novos profissionais recentemente formados nas carreiras da Segurança Pública (policiais militares, policiais civis e técnicos do IGP), os quais seguirão para sedes de operação veraneio antes de designação para suas lotações iniciais.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Operação Veraneio: BC vai ter reforço maior do que no ano passado

Secom
Quinta, 15/12/2016 10:02.

A Operação Veraneio começa oficialmente na próxima quinta-feira (22). Ontem (14) o Governo do Estado a oficializou, divulgando que será a maior operação integrada de Segurança Pública de Santa Catarina, com mais de oito mil profissionais mobilizados,que atuarão no Litoral e no interior do Estado, atendendo às praias, balneários e estâncias hidrominerais.

Balneário Camboriú

Para Balneário devem vir 119 policiais militares, que reforçarão o efetivo do verão. Serão 90 para o patrulhamento ostensivo (ano passado foram 70), 12 para a PM Montada, quatro do canil (K-9), oito do Choque, e cinco do helicóptero Águia (que estará na cidade aos finais de semana). Na temporada 2015/2016 o reforço foi de 103 policiais. Ou seja, nesse ano estão vindo 16 PMs a mais.

O comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Balneário, Evaldo Hoffmann, explica que a ideia é aumentar as barreiras em entradas e saídas da cidade e reforçar a presença policial na Rodovia Interprais e nos bairros, não ficando apenas nas avenidas Brasil e Atlântica.

Outra ação que a PM está articulando é nas casas noturnas da cidade, nas entradas e saídas, focando na Lei Seca. “Faremos operações em conjunto com a Guarda Municipal, Bombeiros e Polícia Civil também, inclusive já estamos discutindo o Réveillon, que é o auge da nossa temporada”, acrescenta.

Hoffmann comenta que as principais ocorrências atendidas durante o verão são as de menor potencial, como furtos, posse de drogas, abordagens a pessoas suspeitas e principalmente perturbação do sossego alheio. “Um local que é alvo de denúncias constantes nessa época do ano é o Calçadão da Avenida Central, onde iremos fortalecer nossas rondas”, diz. A PM também utilizará com mais frequência os quadriciclos na areia da praia e reforçará a bike patrulha.

Nas praias

Ao todo atuarão 128 guarda-vidas nos 13 postos ativos em Balneário Camboriú, considerando a Praia Central e as Agrestes. São 120 guarda-vidas civis, sendo 37 recém-formados e atuando pela primeira vez, mais oito militares. O helicóptero Arcanjo também estará na cidade, a exemplo do último verão.

O tenente-coronel Eduardo Haroldo de Lima, comandante do Corpo de Bombeiros de Balneário, exalta que por conta do aumento considerável no número de turistas terão que ter mais responsabilidade. “Estamos preparados tanto em pessoal quanto em material. Uma novidade é que utilizaremos bicicletas para fazer rondas e conseguir chegar mais rapidamente até as vítimas, já que por conta do trânsito às vezes demora para a ambulância chegar”, diz.

Santa Catarina

O vice-governador Eduardo Pinho Moreira, acompanhado do secretário de Segurança Pública, Cesar Grubba, participou do lançamento e abertura da Operação Veraneio 2016/2017 e lembrou que Santa Catarina foi referência de melhor destino turístico por oito anos. “Além das nossas belezas naturais também faz toda a diferença a qualidade dos serviços que oferecemos num conjunto de ações de todos os setores. Notadamente no atendimento rápido às demandas na área de Saúde, Segurança Pública, e Infraestrutura, como abastecimento de água e energia elétrica”, enfatizou.

Do efetivo, para a qual serão engajadas todas as forças de segurança, estão: a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Instituto Geral de Perícias e Detran. Também haverá o constante apoio da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), das delegacias especializadas, da Academia de Polícia Civil (Acadepol) e da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil.

O Corpo de Bombeiros mobilizará um efetivo de 1.339 guarda-vidas civis e 188 guarda-vidas militares, espalhados em mais de 312 postos de observação no Litoral e no Interior. Serão monitorados mais de 455 quilômetros de extensão divididos em 157 praias, além de 35 balneários e 17 estâncias hidrominerais. Na Polícia Civil, serão mobilizados policiais convocados e lotados, que atuarão em 36 municípios, entre cidades litorâneas e de águas termais. Destas, 26 terão reforço policial. O Serviço Aeropolicial da Polícia Civil também estará mobilizado. Os policiais que estão concluindo o curso de formação irão reforçar os trabalhos no litoral.

A SSP prevê um gasto superior a R$ 26 milhões com a operação, valor investido na última temporada. O recurso será utilizado no pagamento de diárias para os policiais que serão transferidos de sua base para o litoral, alimentação de todo o efetivo e pagamento dos guarda vidas civis. Este acréscimo nos gastos, comparado ao último ano, está relacionado ao reforço de agentes de segurança nesta temporada, com a conclusão dos cursos de formação. Este efetivo será remanejado como reforço no policiamento nas cidades que receberão a Operação Veraneio.

Além do efetivo, nesta temporada serão utilizados 1,7 mil viaturas, 250 motocicletas, 120 embarcações, 50 quadriciclos, 43 motonáuticas, 30 bases móveis, 07 helicópteros e 03 aviões. O secretario Grubba citou como destaque especial para esta edição de 2016-2017, os 1.299 novos profissionais recentemente formados nas carreiras da Segurança Pública (policiais militares, policiais civis e técnicos do IGP), os quais seguirão para sedes de operação veraneio antes de designação para suas lotações iniciais.

Publicidade

Publicidade