Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Contrabandista é flagrado tentando vender celulares falsificados em BC

Terça, 16/8/2016 8:34.

Um jovem de 22 anos, que se diz cigano, foi preso na manhã de segunda-feira (15), no Centro de Balneário Camboriú, por contrabando.

A Polícia Militar, via denúncia anônima foi avisada que o jovem estava na Rua 2.448 tentando vender produtos de procedência duvidosa. Os policiais foram até o local e abordaram o sujeito.

Ele estava com uma bolsa, onde foram encontradas quatro réplicas de celulares smartphones, novos e na caixa. O golpista se identificou como cigano e disse que sai de Minas Gerais, onde reside, e vai até São Paulo, onde compra os aparelhos falsificados por R$ 135 e então tenta revendê-los em outros estados por R$ 200.

O crime de contrabando é de responsabilidade da Polícia Federal. Por isso, o contrabandista foi detido pela PM e encaminhado até Itajaí, onde fica a sede da PF na região.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

Volume de resíduos não é um indicador seguro da quantidade de turistas


Policia

Praça central de Balneário Camboriú é o ponto preferido também de andarilhos e usuários 


Policia

A suspeita é que funcionários dos gabinetes da Alerj devolviam parte dos salários


Política


Publicidade


Publicidade


Cidade

Balneário Camboriú adotará entrega voluntária em ponto da prefeitura  


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Até embarcações de pequeno porte levantam areia, depende das condições 


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Contrabandista é flagrado tentando vender celulares falsificados em BC

Terça, 16/8/2016 8:34.

Um jovem de 22 anos, que se diz cigano, foi preso na manhã de segunda-feira (15), no Centro de Balneário Camboriú, por contrabando.

A Polícia Militar, via denúncia anônima foi avisada que o jovem estava na Rua 2.448 tentando vender produtos de procedência duvidosa. Os policiais foram até o local e abordaram o sujeito.

Ele estava com uma bolsa, onde foram encontradas quatro réplicas de celulares smartphones, novos e na caixa. O golpista se identificou como cigano e disse que sai de Minas Gerais, onde reside, e vai até São Paulo, onde compra os aparelhos falsificados por R$ 135 e então tenta revendê-los em outros estados por R$ 200.

O crime de contrabando é de responsabilidade da Polícia Federal. Por isso, o contrabandista foi detido pela PM e encaminhado até Itajaí, onde fica a sede da PF na região.

Publicidade

Publicidade