Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Ação para relembrar o caso Ícaro não atingiu resultado esperado
Carlos Magagnin

Segunda, 25/4/2016 11:56.

A panfletagem ocorrida no sábado (23) para relembrar o público do desaparecimento do garoto Ícaro Alexandre Pereira, 7 anos, não atingiu o resultado esperado pela mãe dele, Ariane. Ele está desaparecido há 76 dias.

O advogado da família, Frederico Goedert Gebauer, explica que o movimento não foi organizado por Ariane, mas que ela apoiou totalmente e participou do ato. “Ela e demais populares panfletaram, mas não tiveram a repercussão que pretendiam”, revela. A ação durou toda a manhã de sábado, e contou com a exposição de faixas e plaquinhas indicando quantos dias o garoto está desaparecido.

 Vídeo:

O próximo passo de Frederico é conversar com a delegada Ruth Henn, responsável pelo caso e pela Delegacia de Proteção à Mulher, Criança e Adolescente. “Quero me encontrar com ela na quinta-feira (28) para saber o que ela vai fazer agora e de que forma podemos ajudar”, diz.

O advogado conta que Ariane e o marido, Alois Gebauer, estão se recuperando. Alois continua sendo para a polícia o principal suspeito do desaparecimento de Ícaro e chegou a ficar preso por 30 dias.

“Ela continua a trabalhar na lanchonete e o Alois voltou para seu emprego no posto de combustível. Eles dependem da resposta da polícia para saberem o que farão de suas vidas. Voltar para Bertioga/SP é para eles deixar o caso para trás, esquecer do Ícaro, mas ficar em Balneário também é ruim porque a família da Ariane é praticamente toda de São Paulo”, explica.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Ação para relembrar o caso Ícaro não atingiu resultado esperado

Carlos Magagnin
Segunda, 25/4/2016 11:56.

A panfletagem ocorrida no sábado (23) para relembrar o público do desaparecimento do garoto Ícaro Alexandre Pereira, 7 anos, não atingiu o resultado esperado pela mãe dele, Ariane. Ele está desaparecido há 76 dias.

O advogado da família, Frederico Goedert Gebauer, explica que o movimento não foi organizado por Ariane, mas que ela apoiou totalmente e participou do ato. “Ela e demais populares panfletaram, mas não tiveram a repercussão que pretendiam”, revela. A ação durou toda a manhã de sábado, e contou com a exposição de faixas e plaquinhas indicando quantos dias o garoto está desaparecido.

 Vídeo:

O próximo passo de Frederico é conversar com a delegada Ruth Henn, responsável pelo caso e pela Delegacia de Proteção à Mulher, Criança e Adolescente. “Quero me encontrar com ela na quinta-feira (28) para saber o que ela vai fazer agora e de que forma podemos ajudar”, diz.

O advogado conta que Ariane e o marido, Alois Gebauer, estão se recuperando. Alois continua sendo para a polícia o principal suspeito do desaparecimento de Ícaro e chegou a ficar preso por 30 dias.

“Ela continua a trabalhar na lanchonete e o Alois voltou para seu emprego no posto de combustível. Eles dependem da resposta da polícia para saberem o que farão de suas vidas. Voltar para Bertioga/SP é para eles deixar o caso para trás, esquecer do Ícaro, mas ficar em Balneário também é ruim porque a família da Ariane é praticamente toda de São Paulo”, explica.

 

Publicidade

Publicidade