Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Desaparecimento de Ícaro completa dois meses

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Terça, 12/4/2016 9:50.

O desaparecimento do garoto Ícaro Alexandre Pereira completou dois meses no sábado (9). A delegada responsável pelo caso, Ruth Henn, titular da Delegacia de Proteção à Mulher, Criança e Adolescente, conta que continuam no aguardo da perícia do apartamento onde o menino viviaa, junto da mãe Ariane Pereira e do padrasto Alois Gebauer.

“O tratamos como desaparecido”, diz delegada

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) da cidade encerrou sua participação no caso, já que não há novas pistas sobre o desaparecimento do garoto. Todos os dados colhidos por eles foram repassados à Delegacia de Proteção à Mulher, Criança e Adolescente. A delegada Ruth conta que sem a perícia não há muitas coisas para fazer e que essa peça é fundamental para o desenvolvimento do caso.

“O tratamos como desaparecido, já que não temos nenhuma notícia sobre ele. Quando vem informações checamos, mas não recebemos mais nada. Mesmo com o vídeo que a mãe gravou oferecendo dinheiro não surgiu nada”, explica. Muitas pessoas diziam que Ícaro poderia ter sido levado para Bertioga/SP, onde o pai dele reside e que é também sua cidade natal, porém policiais da DIC BC viajaram para lá e não encontraram nada.

Henn salienta que junto da Delegacia de Pessoas Desaparecidas, que fica em Florianópolis, continuam no caso, mas que a situação está complicada porque não há nenhuma indicação de que Ícaro foi visto. “Porém, não podemos dizer que ele está morto, pois para isso teríamos que encontrar o corpo dele, mas temos certeza que algo de diferente aconteceu”, diz.

Informações podem ser repassadas à polícia pelo 181.

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade