Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Polícia
Horizontina emitiu nota sobre desvio de decoração de Páscoa de Balneário

Prefeito Edson Renato Dias continua em silêncio

Quarta, 13/6/2012 8:49.

Publicidade

A notícia publicada pelo Página 3 no ultimo sábado sobre a decoração de Páscoa pertencente à prefeitura de Balneário Camboriú que foi vendida para a prefeitura de Horizontina causou repercussão naquela cidade gaúcha.

A prefeitura de Horizontina emitiu a seguinte nota oficial: “O poder executivo efetuou a compra dos enfeites de forma legal, recebeu a mercadoria comprada e pagou devidamente à empresa, que apresentou toda a documentação exigida. O Governo Municipal tranquiliza a comunidade quanto ao fato, pois não há qualquer forma de ilegalidade no procedimento; desconhece os possíveis problemas da Prefeitura de Camboriú ou envolvimento de servidores daquele município, bem como que os materiais possam ter sido desviados...”.

Desde o final de semana jornalistas daquela região entraram em contato com o Página 3 para obter detalhes e a resposta foi sempre a mesma, não há nada indicando que a prefeitura de Horizontina tenha participado de qualquer ilegalidade, o desvio do patrimônio público foi realizado por funcionários da prefeitura de Balneário Camboriú.

Até o momento, o prefeito Edson Renato Dias não emitiu nota oficial alguma.

Confira a notícia publicada no sábado pelo Página 3:

Houve desvio da decoração de Páscoa

Parte da decoração de Páscoa de Balneário Camboriú foi desviada do patrimônio do município e vendida para a prefeitura de Horizontina (RS).


A decoração é administrada pelo Clube de Mães do Bairro das Nações que recebe verba da prefeitura e adquiriu coelhos e outros adereços de uma empresa de Canela (RS).


O prefeito de Horizontina veio passear em Balneário no ano passado, gostou da decoração e entrou em contato com o Clube de Mães para encomendar um trabalho semelhante para este ano


Parte do material pertencia ao patrimônio municipal e não poderia ser vendido. A nota fiscal contra a prefeitura de Horizontina foi emitida pela empresa Saenia Umbelino ME, registrada em nome de uma amiga do coordenador da decoração de páscoa Celso Schneider.


Ele é marido de Angelina Schneider, diretora em cargo de confiança na prefeitura e que tem estreitas relações com o Clube de Mães.
Angelina disse ao Página 3 que ela e outras duas pessoas produziram o material para a prefeitura gaúcha, mas admitiu que pegou uma parte do estoque do município.


Até o momento o Clube de Mães não prestou contas à prefeitura das despesas da páscoa de 2012, portanto é impossível dizer se há outras irregularidades


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Horizontina emitiu nota sobre desvio de decoração de Páscoa de Balneário

Prefeito Edson Renato Dias continua em silêncio

Quarta, 13/6/2012 8:49.

A notícia publicada pelo Página 3 no ultimo sábado sobre a decoração de Páscoa pertencente à prefeitura de Balneário Camboriú que foi vendida para a prefeitura de Horizontina causou repercussão naquela cidade gaúcha.

A prefeitura de Horizontina emitiu a seguinte nota oficial: “O poder executivo efetuou a compra dos enfeites de forma legal, recebeu a mercadoria comprada e pagou devidamente à empresa, que apresentou toda a documentação exigida. O Governo Municipal tranquiliza a comunidade quanto ao fato, pois não há qualquer forma de ilegalidade no procedimento; desconhece os possíveis problemas da Prefeitura de Camboriú ou envolvimento de servidores daquele município, bem como que os materiais possam ter sido desviados...”.

Desde o final de semana jornalistas daquela região entraram em contato com o Página 3 para obter detalhes e a resposta foi sempre a mesma, não há nada indicando que a prefeitura de Horizontina tenha participado de qualquer ilegalidade, o desvio do patrimônio público foi realizado por funcionários da prefeitura de Balneário Camboriú.

Até o momento, o prefeito Edson Renato Dias não emitiu nota oficial alguma.

Confira a notícia publicada no sábado pelo Página 3:

Houve desvio da decoração de Páscoa

Parte da decoração de Páscoa de Balneário Camboriú foi desviada do patrimônio do município e vendida para a prefeitura de Horizontina (RS).


A decoração é administrada pelo Clube de Mães do Bairro das Nações que recebe verba da prefeitura e adquiriu coelhos e outros adereços de uma empresa de Canela (RS).


O prefeito de Horizontina veio passear em Balneário no ano passado, gostou da decoração e entrou em contato com o Clube de Mães para encomendar um trabalho semelhante para este ano


Parte do material pertencia ao patrimônio municipal e não poderia ser vendido. A nota fiscal contra a prefeitura de Horizontina foi emitida pela empresa Saenia Umbelino ME, registrada em nome de uma amiga do coordenador da decoração de páscoa Celso Schneider.


Ele é marido de Angelina Schneider, diretora em cargo de confiança na prefeitura e que tem estreitas relações com o Clube de Mães.
Angelina disse ao Página 3 que ela e outras duas pessoas produziram o material para a prefeitura gaúcha, mas admitiu que pegou uma parte do estoque do município.


Até o momento o Clube de Mães não prestou contas à prefeitura das despesas da páscoa de 2012, portanto é impossível dizer se há outras irregularidades


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade