Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Opinião
Ativista do movimento LGBT critica prefeito por prêmio de Direitos Humanos

Sexta, 23/11/2018 19:08.
Andrea Artigas
O prefeito Fabrício Oliveira recebendo o prêmio esta semana em Brasília

Publicidade

Por Fernando Lisboa

"A Comunidade e Movimento LGBTI+ de Balneário Camboriú recebeu com indignação a entrega e recebimento de Prêmio Nacional de Direitos Humanos para o Prefeito Municipal. Sem tirar o mérito da premiação nem tão pouco a origem desta honraria, uma vez que a Secretaria do Idoso, brilhantemente faz juz ao prêmio. Mas, um prefeito que na semana anterior, se mostrou intransigente à realização da 6ª Parada da Diversidade receber em mãos este prêmio e não a secretária Christina Barrichello, é no mínimo contraditório. Este prefeito, que segundo seu secretário de turismo, governa para a maioria e que 'aconselhou-nos' a fazer nossa Parada em SP e RJ, vem desde de sempre governando para seus interesses políticos e também para seu eleitorado conservador e evangélico, pois o mesmo é integrante fiel de uma agremiação religiosa em nossa cidade. Este prefeito que esquece e ou ignora que o Estado é laico e que ele é apenas o gestor do município e não dono do município, logo ele é apenas um 'servidor' de TODA população balneariocamboriuense e não somente da igreja dele e dos afortunados empresários desta cosmopolita cidade. Este prefeito deveria ter a sensatez (algo raro na pessoa dele) e até mesmo ombridade (outra raridade) de enviar sua secretária para receber o prêmio em nome do município e não utilizar-se deste momento para provimento político e fazendo sua politicagem já costumeira. Portanto, 'senhor prefeito Fabrício Oliveira', pinóquio para mim, eu recomendo que o senhor, além de utilizar-se de óleo de peroba, deveria começar a governar nossa cidade para todos, pois 2020 tá chegando!"

Fernando Lisboa é morador de Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Andrea Artigas
O prefeito Fabrício Oliveira recebendo o prêmio esta semana em Brasília
O prefeito Fabrício Oliveira recebendo o prêmio esta semana em Brasília

Ativista do movimento LGBT critica prefeito por prêmio de Direitos Humanos

Publicidade

Sexta, 23/11/2018 19:08.

Por Fernando Lisboa

"A Comunidade e Movimento LGBTI+ de Balneário Camboriú recebeu com indignação a entrega e recebimento de Prêmio Nacional de Direitos Humanos para o Prefeito Municipal. Sem tirar o mérito da premiação nem tão pouco a origem desta honraria, uma vez que a Secretaria do Idoso, brilhantemente faz juz ao prêmio. Mas, um prefeito que na semana anterior, se mostrou intransigente à realização da 6ª Parada da Diversidade receber em mãos este prêmio e não a secretária Christina Barrichello, é no mínimo contraditório. Este prefeito, que segundo seu secretário de turismo, governa para a maioria e que 'aconselhou-nos' a fazer nossa Parada em SP e RJ, vem desde de sempre governando para seus interesses políticos e também para seu eleitorado conservador e evangélico, pois o mesmo é integrante fiel de uma agremiação religiosa em nossa cidade. Este prefeito que esquece e ou ignora que o Estado é laico e que ele é apenas o gestor do município e não dono do município, logo ele é apenas um 'servidor' de TODA população balneariocamboriuense e não somente da igreja dele e dos afortunados empresários desta cosmopolita cidade. Este prefeito deveria ter a sensatez (algo raro na pessoa dele) e até mesmo ombridade (outra raridade) de enviar sua secretária para receber o prêmio em nome do município e não utilizar-se deste momento para provimento político e fazendo sua politicagem já costumeira. Portanto, 'senhor prefeito Fabrício Oliveira', pinóquio para mim, eu recomendo que o senhor, além de utilizar-se de óleo de peroba, deveria começar a governar nossa cidade para todos, pois 2020 tá chegando!"

Fernando Lisboa é morador de Balneário Camboriú.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade