Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Obituário
Obituário: Benta Bastos Linhares

Quarta, 8/7/2020 9:47.
Arquivo Pessoal
Dona Benta em junho, mês em que completou 93 anos

Publicidade

Benta Bastos Linhares, 93 anos, moradora antiga e conhecida em Balneário Camboriú, principalmente na região do Interpraias, faleceu na terça-feira (7). Ela está sendo velada na Igreja Assembleia de Deus e será sepultada no Jardim Saudade, na Barra, onde morava desde a década de 1950.

Dona Benta como era conhecida, nasceu no Bairro Rio Pequeno, em Camboriú, mas em 1950 se mudou para o Bairro da Barra. Participativa nas ações comunitárias, ela deixou seu registro no Arquivo Histórico da cidade contando a sua atividade como lavadeira.

“Naquela época, no bairro não existia água encanada. A Praça do Pescador era só mata-pasto. Tinha poço em casa, mas a água não era boa para lavar roupa. Agora, a água lá na Carioca era especial. Eu levava roupa em balaios grandes e pedras de sabão branco”, contou em 2016.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Arquivo Pessoal
Dona Benta em junho, mês em que completou 93 anos
Dona Benta em junho, mês em que completou 93 anos

Obituário: Benta Bastos Linhares

Publicidade

Quarta, 8/7/2020 9:47.

Benta Bastos Linhares, 93 anos, moradora antiga e conhecida em Balneário Camboriú, principalmente na região do Interpraias, faleceu na terça-feira (7). Ela está sendo velada na Igreja Assembleia de Deus e será sepultada no Jardim Saudade, na Barra, onde morava desde a década de 1950.

Dona Benta como era conhecida, nasceu no Bairro Rio Pequeno, em Camboriú, mas em 1950 se mudou para o Bairro da Barra. Participativa nas ações comunitárias, ela deixou seu registro no Arquivo Histórico da cidade contando a sua atividade como lavadeira.

“Naquela época, no bairro não existia água encanada. A Praça do Pescador era só mata-pasto. Tinha poço em casa, mas a água não era boa para lavar roupa. Agora, a água lá na Carioca era especial. Eu levava roupa em balaios grandes e pedras de sabão branco”, contou em 2016.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade