Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Obituário
Sandro Marcos do Águia Dourada morre vítima de acidente nas alturas que tanto amava

Acidente aconteceu no último teste antes da inauguração da tirolesa em Iraí

Quarta, 8/1/2020 15:53.
Facebook pessoal.

Publicidade

O empresário Sandro Marcos da Silva, 49 anos, morreu nesta terça-feira (7), ao fazer um último teste na estrutura da tirolesa que seria inaugurada neste final de semana, na cidade gaúcha de Iraí. O equipamento turístico, com 1.680m de extensão, é a terceira maior tirolesa do país e foi construída pela empresa Projeto Aventura Tirolesas do Brasil, que Sandro comandava há quase três décadas.

Ele quis fazer um último teste antes de iniciar o treinamento dos funcionários, programado para esta quarta-feira (8).

Sandro mora em Balneário Camboriú há muitos anos. Ficou conhecido quando fundou o Grupo Ecológico Águia Dourada de Busca, Salvamento e Treinamento, em 1991. A instituição era formada por voluntários que ajudavam a população em situações de calamidade pública, mas também realizava cursos de paraquedismo, rappel, montanhismo e resgate, sempre sob o comando de Sandro.

Apaixonado por esportes radicais, aventuras com muita adrenalina e principalmente práticas relacionadas à altura, há mais de três décadas, Sandro atuou nos ramos de Resgate Técnico e Técnicas Verticais; como Agente de Socorros Urgentes formado pelo Comando do Corpo de Bombeiros de Florianópolis no programa de Atendimento Pré Hospitalar e programa de Enfrentamento às Emergências e Traumas. Foi Instrutor do Esquadrão paraquedista de Resgate e Salvamento de Blumenau, ex militar de Forças Especiais, paraquedista, mergulhador e especialista em resgate e salvamento em ambientes de difícil acesso. Realizava cursos. Denunciava crimes ambientais. Fazia palestras e há 28 anos fundou a empresa Projeto Aventura Tirolesas do Brasil, que construiu várias tirolesas no país e no exterior. Nunca em 28 anos aconteceu um acidente.

Sandro completaria 50 anos no próximo dia 23, era casado com Alessandra Day. O casal tinha três filhos, William, Karine e Nathália. Sandro também era pai de Ananda, de um relacionamento anterior ao casamento.

O corpo será velado na Central de Luto, em Camboriú a partir da21h e o sepultamento será na quinta-feira às 9h no cemitério de Camboriú.

William, Sandro, Alessandra, Karine e Nathalia


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Facebook pessoal.

Sandro Marcos do Águia Dourada morre vítima de acidente nas alturas que tanto amava

Acidente aconteceu no último teste antes da inauguração da tirolesa em Iraí

Publicidade

Quarta, 8/1/2020 15:53.

O empresário Sandro Marcos da Silva, 49 anos, morreu nesta terça-feira (7), ao fazer um último teste na estrutura da tirolesa que seria inaugurada neste final de semana, na cidade gaúcha de Iraí. O equipamento turístico, com 1.680m de extensão, é a terceira maior tirolesa do país e foi construída pela empresa Projeto Aventura Tirolesas do Brasil, que Sandro comandava há quase três décadas.

Ele quis fazer um último teste antes de iniciar o treinamento dos funcionários, programado para esta quarta-feira (8).

Sandro mora em Balneário Camboriú há muitos anos. Ficou conhecido quando fundou o Grupo Ecológico Águia Dourada de Busca, Salvamento e Treinamento, em 1991. A instituição era formada por voluntários que ajudavam a população em situações de calamidade pública, mas também realizava cursos de paraquedismo, rappel, montanhismo e resgate, sempre sob o comando de Sandro.

Apaixonado por esportes radicais, aventuras com muita adrenalina e principalmente práticas relacionadas à altura, há mais de três décadas, Sandro atuou nos ramos de Resgate Técnico e Técnicas Verticais; como Agente de Socorros Urgentes formado pelo Comando do Corpo de Bombeiros de Florianópolis no programa de Atendimento Pré Hospitalar e programa de Enfrentamento às Emergências e Traumas. Foi Instrutor do Esquadrão paraquedista de Resgate e Salvamento de Blumenau, ex militar de Forças Especiais, paraquedista, mergulhador e especialista em resgate e salvamento em ambientes de difícil acesso. Realizava cursos. Denunciava crimes ambientais. Fazia palestras e há 28 anos fundou a empresa Projeto Aventura Tirolesas do Brasil, que construiu várias tirolesas no país e no exterior. Nunca em 28 anos aconteceu um acidente.

Sandro completaria 50 anos no próximo dia 23, era casado com Alessandra Day. O casal tinha três filhos, William, Karine e Nathália. Sandro também era pai de Ananda, de um relacionamento anterior ao casamento.

O corpo será velado na Central de Luto, em Camboriú a partir da21h e o sepultamento será na quinta-feira às 9h no cemitério de Camboriú.

William, Sandro, Alessandra, Karine e Nathalia


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade