Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Negócios
Carlos Humberto critica emenda que aumenta custo para construtores

Vice prefeito defende redução da carga tributária para os empresários

Sábado, 24/3/2018 8:12.
Facebook pessoal.

Publicidade

O vice prefeito Carlos Humberto Metzner Silva fez manifestação ontem contra emenda que ao projeto que disciplina Estudos de Impacto de Vizinhança (EIV) que aumenta o custo para construir na cidade.

Ele é construtor, presidiu o sindicato da categoria, mas sua manifestação é coerente com o que defendeu nos últimos anos, menos interferência do poder público e menores impostos para o empresariado em geral.

A emenda, de autoria dos vereadores André Meirinho e Leonardo PIruka, aumenta o valor de compensações de impactos ambientais dos 1,5% propostos no projeto até 5% do valor da obra.

Além dessa compensação, quem constrói poderá ter que cumprir medidas mitigatórias cujo custo varia de acordo com cada situação.

O vereador Meirinho disse ao Página 3 que seu objetivo é desestimular impactos ambientais.

O texto e o filme divulgados por Carlos Humberto são os seguintes:

Quero aqui me posicionar sobre uma matéria que li no Face do Jornal Página 3 na tarde de hoje.

Acordo todos os dias preocupado com o futuro da minha cidade, do meu Estado e do Brasil. Cada vez mais nos afundamos na ineficiência do Estado, um paquiderme que atrasa a vida das pessoas, que destrói o futuro de homens e mulheres, que não encontram perspectiva de melhora.

Em Balneário Camboriú agora vemos medidas que são contra a geração de emprego e renda, coíbem a produção e acarretarão em mais desemprego e miséria.

Somos uma comunidade, precisamos pensar naqueles que mais precisam, com o pensamento atrasado de que penalizando alguns resolvemos os problemas dos demais, não vamos a lugar nenhum.

Sou Construtor, trabalhador da Indústria, Pai de Família, Político, Brasileiro e sei da realidade da minha classe, do desemprego e do desespero de muita gente, só a minha empresa demitiu mais de 200 pessoas nos últimos anos, por conta da crise Brasileira, mas principalmente pela nossa própria ineficiência local, quem saiu mais prejudicado disso que aconteceu?

Sou a favor da diminuição da carga tributária (impostas, taxas, médias compensatórias, etc...), sou a favor da diminuição da burocracia, defendo a geração de emprego e riqueza, defendo os trabalhadores, e acima de tudo, defendo um Brasil melhor.

Estou triste em ver que apesar de tudo, ainda temos que conviver com esse tipo de ideia.

Carlos Humberto Metzner Silva



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Facebook pessoal.

Carlos Humberto critica emenda que aumenta custo para construtores

Vice prefeito defende redução da carga tributária para os empresários

Publicidade

Sábado, 24/3/2018 8:12.

O vice prefeito Carlos Humberto Metzner Silva fez manifestação ontem contra emenda que ao projeto que disciplina Estudos de Impacto de Vizinhança (EIV) que aumenta o custo para construir na cidade.

Ele é construtor, presidiu o sindicato da categoria, mas sua manifestação é coerente com o que defendeu nos últimos anos, menos interferência do poder público e menores impostos para o empresariado em geral.

A emenda, de autoria dos vereadores André Meirinho e Leonardo PIruka, aumenta o valor de compensações de impactos ambientais dos 1,5% propostos no projeto até 5% do valor da obra.

Além dessa compensação, quem constrói poderá ter que cumprir medidas mitigatórias cujo custo varia de acordo com cada situação.

O vereador Meirinho disse ao Página 3 que seu objetivo é desestimular impactos ambientais.

O texto e o filme divulgados por Carlos Humberto são os seguintes:

Quero aqui me posicionar sobre uma matéria que li no Face do Jornal Página 3 na tarde de hoje.

Acordo todos os dias preocupado com o futuro da minha cidade, do meu Estado e do Brasil. Cada vez mais nos afundamos na ineficiência do Estado, um paquiderme que atrasa a vida das pessoas, que destrói o futuro de homens e mulheres, que não encontram perspectiva de melhora.

Em Balneário Camboriú agora vemos medidas que são contra a geração de emprego e renda, coíbem a produção e acarretarão em mais desemprego e miséria.

Somos uma comunidade, precisamos pensar naqueles que mais precisam, com o pensamento atrasado de que penalizando alguns resolvemos os problemas dos demais, não vamos a lugar nenhum.

Sou Construtor, trabalhador da Indústria, Pai de Família, Político, Brasileiro e sei da realidade da minha classe, do desemprego e do desespero de muita gente, só a minha empresa demitiu mais de 200 pessoas nos últimos anos, por conta da crise Brasileira, mas principalmente pela nossa própria ineficiência local, quem saiu mais prejudicado disso que aconteceu?

Sou a favor da diminuição da carga tributária (impostas, taxas, médias compensatórias, etc...), sou a favor da diminuição da burocracia, defendo a geração de emprego e riqueza, defendo os trabalhadores, e acima de tudo, defendo um Brasil melhor.

Estou triste em ver que apesar de tudo, ainda temos que conviver com esse tipo de ideia.

Carlos Humberto Metzner Silva



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade