Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Negócios
Conselho conhecerá hoje projeto de helicentro no Ariribá

Estrutura para atender helicópteros não tem similar no Sul do país

Quinta, 1/3/2018 6:05.

Publicidade

A empresa Helisul Táxi Aéreo apresentará hoje (1) ao Conselho da Cidade seu projeto para construir no topo de um morro do bairro Aririba um helicentro denominado de AirPark, estrutura para receber helicópteros sem similar nos três Estados do Sul do país.

O projeto do helicentro prevê hangar com capacidade para até 40 aeronaves; serviços mecânicos credenciados das marcas Robinson, Bell Helicopters, Eurocopter/Airbus, Agusta Westland, MD Helicopters entre outros e terá cursos para treinamento de pilotos e determinadas profissões da área.

Será o primeiro (excetuados os aeroportos) ponto de pouso para helicópteros de até grande porte o que deverá atrair à cidade turistas endinheirados que hoje buscam outros destinos com mais facilidade para suas aeronaves.

Também servirá de base operacional gratuita para aeronaves de transporte de autoridades e de serviço como Bombeiros e polícias.

O terreno, com 98.000m2, tem acesso fácil para os corredores de aeronaves na região o que favorece pousos e decolagens.

Cerca de 13.000 m2 da área serão usados para o helicentro, os restantes 85.000 m2 serão transformados em Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).
Os projetos e a operação de instalações deste tipo são rigidamente controlados pela Aeronáutica e a empresa cumpriu até o momento todos os padrões exigidos.

Para ir adiante são necessárias autorizações do Conselho da Cidade, Câmara de Vereadores e Prefeitura de Balneário Camboriú.

Com as autorizações a previsão é que o helicentro fique pronto em aproximadamente 16 meses, ao custo entre 20 e 30 milhões de reais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Conselho conhecerá hoje projeto de helicentro no Ariribá

Estrutura para atender helicópteros não tem similar no Sul do país

Publicidade

Quinta, 1/3/2018 6:05.

A empresa Helisul Táxi Aéreo apresentará hoje (1) ao Conselho da Cidade seu projeto para construir no topo de um morro do bairro Aririba um helicentro denominado de AirPark, estrutura para receber helicópteros sem similar nos três Estados do Sul do país.

O projeto do helicentro prevê hangar com capacidade para até 40 aeronaves; serviços mecânicos credenciados das marcas Robinson, Bell Helicopters, Eurocopter/Airbus, Agusta Westland, MD Helicopters entre outros e terá cursos para treinamento de pilotos e determinadas profissões da área.

Será o primeiro (excetuados os aeroportos) ponto de pouso para helicópteros de até grande porte o que deverá atrair à cidade turistas endinheirados que hoje buscam outros destinos com mais facilidade para suas aeronaves.

Também servirá de base operacional gratuita para aeronaves de transporte de autoridades e de serviço como Bombeiros e polícias.

O terreno, com 98.000m2, tem acesso fácil para os corredores de aeronaves na região o que favorece pousos e decolagens.

Cerca de 13.000 m2 da área serão usados para o helicentro, os restantes 85.000 m2 serão transformados em Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).
Os projetos e a operação de instalações deste tipo são rigidamente controlados pela Aeronáutica e a empresa cumpriu até o momento todos os padrões exigidos.

Para ir adiante são necessárias autorizações do Conselho da Cidade, Câmara de Vereadores e Prefeitura de Balneário Camboriú.

Com as autorizações a previsão é que o helicentro fique pronto em aproximadamente 16 meses, ao custo entre 20 e 30 milhões de reais.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade