Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Negócios
Google anuncia celulares com mais inteligência artificial para baixa renda

Sexta, 8/6/2018 7:40.

Publicidade

MARCELO SOARES
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Google anunciou nesta quinta-feira (7) novos produtos para ampliar a acessibilidade digital no Brasil.
O que há em comum na maior parte das iniciativas, reveladas no evento Google for Brasil, no auditório do Ibirapuera, é o uso de inteligência artificial para aumentar a eficiência dos aparelhos.

Uma das novidades é uma linha de smartphones para chegar ao que a empresa chama de "o próximo bilhão" de usuários. São pessoas de mais baixa renda, que têm pouco acesso a planos de dados e aparelhos caros e que estão menos acostumadas a digitar palavras. Precisam usar mais a voz e o toque.

Segundo a consultoria IDC, em 2017 foram vendidos no Brasil cerca de 10 milhões de smartphones com menos de 1 GB de memória RAM. É mais de um quinto das 47,7 milhões de unidades vendidas.

Todos esses aparelhos funcionam no sistema Android e estão entre os mais baratos do mercado, mas têm menor poder de processamento e armazenamento.

Em parceria com três fabricantes de celulares, dois deles brasileiros (Positivo, Multilaser e Anatel), serão lançados a partir desta semana aparelhos custando a partir de R$ 300. Eles rodam o sistema operacional Android Go, que será lançado com todas as versões do sistema a partir da Oreo, a atual. Ele ocupa espaço menor no aparelho, liberando armazenamento para que o usuário não precise apagar tantas fotos, vídeos e músicas.

Para acompanhar os aparelhos, a empresa criou uma linha de aplicativos, a "Go", que utiliza inteligência artificial para otimizar tarefas comuns. O "Files Go", por exemplo, identifica arquivos que podem ser apagados para liberar espaço no telefone.

O "Google Go" é uma interface muito simplificada de busca, que dispensa a digitação. São oferecidos ao usuário os termos de busca mais frequentes e, ao escolher um, é possível entrar no detalhamento. Aplicativos populares brasileiros deverão ter versões para essa linha.

O sistema também inclui uma nova camada de segurança, que pode identificar quem liga e avisar se quem está telefonando é alguma empresa de telemarketing.

Um aplicativo oferecido, o Play Protect, permite travar o celular à distância em caso de roubo e, caso o dono prefira, até apagar todos os dados.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Google anuncia celulares com mais inteligência artificial para baixa renda

Publicidade

Sexta, 8/6/2018 7:40.

MARCELO SOARES
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Google anunciou nesta quinta-feira (7) novos produtos para ampliar a acessibilidade digital no Brasil.
O que há em comum na maior parte das iniciativas, reveladas no evento Google for Brasil, no auditório do Ibirapuera, é o uso de inteligência artificial para aumentar a eficiência dos aparelhos.

Uma das novidades é uma linha de smartphones para chegar ao que a empresa chama de "o próximo bilhão" de usuários. São pessoas de mais baixa renda, que têm pouco acesso a planos de dados e aparelhos caros e que estão menos acostumadas a digitar palavras. Precisam usar mais a voz e o toque.

Segundo a consultoria IDC, em 2017 foram vendidos no Brasil cerca de 10 milhões de smartphones com menos de 1 GB de memória RAM. É mais de um quinto das 47,7 milhões de unidades vendidas.

Todos esses aparelhos funcionam no sistema Android e estão entre os mais baratos do mercado, mas têm menor poder de processamento e armazenamento.

Em parceria com três fabricantes de celulares, dois deles brasileiros (Positivo, Multilaser e Anatel), serão lançados a partir desta semana aparelhos custando a partir de R$ 300. Eles rodam o sistema operacional Android Go, que será lançado com todas as versões do sistema a partir da Oreo, a atual. Ele ocupa espaço menor no aparelho, liberando armazenamento para que o usuário não precise apagar tantas fotos, vídeos e músicas.

Para acompanhar os aparelhos, a empresa criou uma linha de aplicativos, a "Go", que utiliza inteligência artificial para otimizar tarefas comuns. O "Files Go", por exemplo, identifica arquivos que podem ser apagados para liberar espaço no telefone.

O "Google Go" é uma interface muito simplificada de busca, que dispensa a digitação. São oferecidos ao usuário os termos de busca mais frequentes e, ao escolher um, é possível entrar no detalhamento. Aplicativos populares brasileiros deverão ter versões para essa linha.

O sistema também inclui uma nova camada de segurança, que pode identificar quem liga e avisar se quem está telefonando é alguma empresa de telemarketing.

Um aplicativo oferecido, o Play Protect, permite travar o celular à distância em caso de roubo e, caso o dono prefira, até apagar todos os dados.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade