Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Negócios
Fundo Blackstone compra divisão de terminais da Thomson Reuters

Quarta, 31/1/2018 6:04.
Divulgação.

Publicidade

(FOLHAPRESS) - O fundo americano Blackstone acertou a compra de participação de 55% na unidade de terminais de informações financeiras da Thomson Reuters, o que tornará a gestora americana de investimentos um concorrente direto da Bloomberg da Dow Jones.

A negociação avalia em US$ 20 bilhões a divisão, que fornece notícias, dados e informações analíticas a bancos e grupos de investimento ao redor do mundo. A unidade é responsável por mais da metade do faturamento anual da Thomson Reuters.

O negócio é o maior da Blackstone desde a crise financeira global. A divisão, chamada de Financial and Risk, será transformada em uma outra empresa, da qual a Thomson Reuters terá participação de 55%.

A Reuters News, divisão de agência de notícias, continuará sob o controle da Thomson. Pelo acordo, receberá da nova empresa ao menos US$ 325 milhões ao ano para fornecer notícias.

A canadense Thomson adquiriu a britânica Reuters em 2007.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação.

Fundo Blackstone compra divisão de terminais da Thomson Reuters

Publicidade

Quarta, 31/1/2018 6:04.

(FOLHAPRESS) - O fundo americano Blackstone acertou a compra de participação de 55% na unidade de terminais de informações financeiras da Thomson Reuters, o que tornará a gestora americana de investimentos um concorrente direto da Bloomberg da Dow Jones.

A negociação avalia em US$ 20 bilhões a divisão, que fornece notícias, dados e informações analíticas a bancos e grupos de investimento ao redor do mundo. A unidade é responsável por mais da metade do faturamento anual da Thomson Reuters.

O negócio é o maior da Blackstone desde a crise financeira global. A divisão, chamada de Financial and Risk, será transformada em uma outra empresa, da qual a Thomson Reuters terá participação de 55%.

A Reuters News, divisão de agência de notícias, continuará sob o controle da Thomson. Pelo acordo, receberá da nova empresa ao menos US$ 325 milhões ao ano para fornecer notícias.

A canadense Thomson adquiriu a britânica Reuters em 2007.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade