Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Negócios
BC Port forneceu outra informação falsa à Antaq

Participação do vereador Joceli não ficou clara

Terça, 27/2/2018 11:45.

Publicidade

A Ports Developed by Shiphandlers Participações Ltda. (BC Port), declarou à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) que seu projeto de um porto para navios de turismo na Barra Sul foi aprovado por unanimidade em audiência pública pelo Poder Público Municipal e pelo Poder Legislativo Municipal.

A informação é falsa, nunca ocorreu audiência conjunta entre prefeitura e vereadores para aprovar ou reprovar o empreendimento.

A declaração falsa enviada à Antaq.

Em 2 de agosto a Câmara de Vereadores anunciou que o vereador Joceli Nazari realizaria uma audiência pública para tratar da temporada de verão que se realizou cinco dias depois.

Algumas pessoas que foram à audiência ficaram surpresas porque em vez de discutir temporada como anunciado se tratava de uma apresentação do BC Port por um consultor contratado.

Essas audiências, realizadas eventualmente por vereadores, não aprovam ou reprovam nada, apenas colhem subsídios dos presentes a respeito dos assuntos tratados.

Na semana passada o vereador Marcelo Achutti requereu e a assessoria jurídica da Câmara declarou que esse tipo de audiência serve apenas para colher subsídios.

Disse também “ter o sentimento que inexiste vinculação jurídica do poder legislativo em relatório produzido pela mesma".

O vereador Joceli Nazari que convocou a audiência não apresentou declarações claras à reportagem, disse que encaminharia documentos como a ata da audiência, mas até a publicação dessa matéria isso não ocorreu.

Essa é a terceira vez que o BC Port apresenta informações falsas ao governo federal no processo onde busca aprovar seu empreendimento.

Nas ocasiões anteriores declarou falsamente à Antaq que seu projeto foi aprovado pelo Conselho da Cidade e que tinha contrato para usar um grande terreno na Barra Sul para estacionamento.

O Página 3 não conseguiu contato com a assessoria do BC Port para esclarecer o assunto, mas o espaço permanece aberto para a empresa apresentar sua versão dos fatos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

BC Port forneceu outra informação falsa à Antaq

Participação do vereador Joceli não ficou clara

Publicidade

Terça, 27/2/2018 11:45.

A Ports Developed by Shiphandlers Participações Ltda. (BC Port), declarou à Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) que seu projeto de um porto para navios de turismo na Barra Sul foi aprovado por unanimidade em audiência pública pelo Poder Público Municipal e pelo Poder Legislativo Municipal.

A informação é falsa, nunca ocorreu audiência conjunta entre prefeitura e vereadores para aprovar ou reprovar o empreendimento.

A declaração falsa enviada à Antaq.

Em 2 de agosto a Câmara de Vereadores anunciou que o vereador Joceli Nazari realizaria uma audiência pública para tratar da temporada de verão que se realizou cinco dias depois.

Algumas pessoas que foram à audiência ficaram surpresas porque em vez de discutir temporada como anunciado se tratava de uma apresentação do BC Port por um consultor contratado.

Essas audiências, realizadas eventualmente por vereadores, não aprovam ou reprovam nada, apenas colhem subsídios dos presentes a respeito dos assuntos tratados.

Na semana passada o vereador Marcelo Achutti requereu e a assessoria jurídica da Câmara declarou que esse tipo de audiência serve apenas para colher subsídios.

Disse também “ter o sentimento que inexiste vinculação jurídica do poder legislativo em relatório produzido pela mesma".

O vereador Joceli Nazari que convocou a audiência não apresentou declarações claras à reportagem, disse que encaminharia documentos como a ata da audiência, mas até a publicação dessa matéria isso não ocorreu.

Essa é a terceira vez que o BC Port apresenta informações falsas ao governo federal no processo onde busca aprovar seu empreendimento.

Nas ocasiões anteriores declarou falsamente à Antaq que seu projeto foi aprovado pelo Conselho da Cidade e que tinha contrato para usar um grande terreno na Barra Sul para estacionamento.

O Página 3 não conseguiu contato com a assessoria do BC Port para esclarecer o assunto, mas o espaço permanece aberto para a empresa apresentar sua versão dos fatos.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade