Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Mundo
Japão enfrenta seu tufão mais forte em 25 anos

Terça, 4/9/2018 11:54.
Divulgação

Publicidade

(FOLHAPRESS)

Um forte tufão, considerado o mais violento a atingir o Japão em 25 anos, atingiu nesta terça-feira (4) o centro-oeste do arquipélago, perturbando os transportes e a atividade das empresas, informaram as autoridades.

O tufão Jebi, o 21º da temporada na Ásia, atingiu a prefeitura de Tokushima (sudoeste), na ilha de Shikoku, e avança para a parte ocidental e o centro do arquipélago para varrer uma ampla região, segundo as autoridades.

Com ventos de entre 160 e 190 km/h na parte central, Jebi é o tufão "mais forte desde 1993", disse Ryuta Kurora, responsável da agência nacional meteorológica.

Em algumas áreas, o nível das marés é o mais alto desde um tufão em 1961, segundo a televisão pública NHK, com águas cobrindo as pistas do Aeroporto internacional Kansai, em Osaka.

As autoridades emitiram alertas para a retirada de mais de 1 milhão de pessoas de suas casas. Mais de 700 voos foram cancelados devido aos ventos fortes e chuvas pesadas. O trem-bala entre Tóquio e Hiroshima foi suspenso.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Japão enfrenta seu tufão mais forte em 25 anos

Publicidade

Terça, 4/9/2018 11:54.

(FOLHAPRESS)

Um forte tufão, considerado o mais violento a atingir o Japão em 25 anos, atingiu nesta terça-feira (4) o centro-oeste do arquipélago, perturbando os transportes e a atividade das empresas, informaram as autoridades.

O tufão Jebi, o 21º da temporada na Ásia, atingiu a prefeitura de Tokushima (sudoeste), na ilha de Shikoku, e avança para a parte ocidental e o centro do arquipélago para varrer uma ampla região, segundo as autoridades.

Com ventos de entre 160 e 190 km/h na parte central, Jebi é o tufão "mais forte desde 1993", disse Ryuta Kurora, responsável da agência nacional meteorológica.

Em algumas áreas, o nível das marés é o mais alto desde um tufão em 1961, segundo a televisão pública NHK, com águas cobrindo as pistas do Aeroporto internacional Kansai, em Osaka.

As autoridades emitiram alertas para a retirada de mais de 1 milhão de pessoas de suas casas. Mais de 700 voos foram cancelados devido aos ventos fortes e chuvas pesadas. O trem-bala entre Tóquio e Hiroshima foi suspenso.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade