Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Mundo
Rússia acorda de luto depois de incêndio em shopping com 64 mortos

Terça, 27/3/2018 7:38.

Publicidade

FÁBIO ALEIXO
MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS) - A Rússia acordou de luto na segunda-feira (26) e assim viveu o dia que sucedeu o incêndio que deixou 64 mortos em um shopping de Kemerovo, na Sibéria, a 3.600 quilômetros de Moscou.

O fogo começou no andar superior e se espalhou pelo shopping Cereja do Inverno. Segundo relatos, as portas de emergência não abriram, o que impossibilitou a fuga das vítimas. O alarme de incêndio também não teria tocado.

Em comunicado, a Comissão Investigativa da Rússia, o órgão que investiga grandes crimes no país, também disse que havia irregularidades sérias na construção.

Segundo o órgão, um funcionário desligou o alarme quando foi informado sobre o início das chamas e diversas saídas de emergência estavam bloqueadas, incluindo as de um cinema, onde desabaram os tetos de duas salas.

Foi neste local que foi encontrada a maioria dos corpos. Muitas pessoas morreram queimadas, outras por inalação de fumaça. Havia muitas crianças no local.

A comissária de direitos das crianças da Rússia, Anna Kuznetsova, disse que o incêndio foi causado por incompetência, e advertiu que há muitos shoppings em situação semelhante no país.

"Outras regiões, os donos de outros shoppings precisam agora, sem esperar por verificações de rotina, se perguntar: 'Nós fizemos tudo que podemos para garantir que algo assim não aconteça aqui?", disse Kuznetsova.

O presidente Vladimir Putin falou logo após a tragédia, expressou condolências e cobrou respostas rápidas.

No centro de Moscou, o escritório de representação de Kemerovo virou um lugar de homenagens às vítimas. Uma espécie de altar foi criado, com flores, velas e animais de pelúcia sendo depositados.

A seleção russa de futebol observou um minuto de silêncio antes do treino nesta segunda e homenagens acontecerão nesta terça (27) em amistoso contra a França.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Rússia acorda de luto depois de incêndio em shopping com 64 mortos

Publicidade

Terça, 27/3/2018 7:38.

FÁBIO ALEIXO
MOSCOU, RÚSSIA (FOLHAPRESS) - A Rússia acordou de luto na segunda-feira (26) e assim viveu o dia que sucedeu o incêndio que deixou 64 mortos em um shopping de Kemerovo, na Sibéria, a 3.600 quilômetros de Moscou.

O fogo começou no andar superior e se espalhou pelo shopping Cereja do Inverno. Segundo relatos, as portas de emergência não abriram, o que impossibilitou a fuga das vítimas. O alarme de incêndio também não teria tocado.

Em comunicado, a Comissão Investigativa da Rússia, o órgão que investiga grandes crimes no país, também disse que havia irregularidades sérias na construção.

Segundo o órgão, um funcionário desligou o alarme quando foi informado sobre o início das chamas e diversas saídas de emergência estavam bloqueadas, incluindo as de um cinema, onde desabaram os tetos de duas salas.

Foi neste local que foi encontrada a maioria dos corpos. Muitas pessoas morreram queimadas, outras por inalação de fumaça. Havia muitas crianças no local.

A comissária de direitos das crianças da Rússia, Anna Kuznetsova, disse que o incêndio foi causado por incompetência, e advertiu que há muitos shoppings em situação semelhante no país.

"Outras regiões, os donos de outros shoppings precisam agora, sem esperar por verificações de rotina, se perguntar: 'Nós fizemos tudo que podemos para garantir que algo assim não aconteça aqui?", disse Kuznetsova.

O presidente Vladimir Putin falou logo após a tragédia, expressou condolências e cobrou respostas rápidas.

No centro de Moscou, o escritório de representação de Kemerovo virou um lugar de homenagens às vítimas. Uma espécie de altar foi criado, com flores, velas e animais de pelúcia sendo depositados.

A seleção russa de futebol observou um minuto de silêncio antes do treino nesta segunda e homenagens acontecerão nesta terça (27) em amistoso contra a França.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade