Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Mundo
Trump não teme guerra comercial com China, diz secretário dos EUA

Segunda, 26/3/2018 4:58.

Publicidade

(FOLHAPRESS) - Apesar das ameaças de retaliação da China aos planos dos Estados Unidos de impor tarifas de importação sobre US$ 60 bilhões em produtos chineses, o secretário do Tesouro americano, Steve Mnuchin, disse neste domingo (25) que o presidente Donald Trump não pretende recuar.

Segundo ele, não há preocupação com o começo de uma guerra comercial com o gigante asiático. "Vamos prosseguir com as tarifas. Estamos trabalhando nisso", disse Mnuchin à emissora Fox News. "Então, como afirma o presidente Trump, não temos receio sobre uma guerra comercial, mas esse não é nosso objetivo."

No sábado (24), o secretário recebeu um telefonema do vice-primeiro ministro chinês, Liu He. A autoridade disse que os EUA desrespeitaram regras comerciais com uma investigação sobre propriedade intelectual. Ele disse ainda que a China defenderá seus interesses.

Foi o contato de mais alto nível entre os dois governos desde que Trump anunciou as tarifas sobre produtos chineses, na quinta-feira (22)
Receios de uma guerra comercial entre Estados Unidos e China fizeram as Bolsas americanas despencarem. O índice Dow Jones e o S&P 500 encerraram a semana passada com quedas de 6%.

Mnuchin afirmou que acredita que os EUA podem alcançar um acordo com a China sobre algumas questões, mas ressaltou que as tarifas não serão suspensas "a menos que tenhamos um acordo aceitável que o presidente possa assinar".

Sem dar prazo, o ministério do Comércio da China afirmou que poderá impor tarifa de 25% sobre carne suína exportada pelos EUA.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Trump não teme guerra comercial com China, diz secretário dos EUA

Publicidade

Segunda, 26/3/2018 4:58.

(FOLHAPRESS) - Apesar das ameaças de retaliação da China aos planos dos Estados Unidos de impor tarifas de importação sobre US$ 60 bilhões em produtos chineses, o secretário do Tesouro americano, Steve Mnuchin, disse neste domingo (25) que o presidente Donald Trump não pretende recuar.

Segundo ele, não há preocupação com o começo de uma guerra comercial com o gigante asiático. "Vamos prosseguir com as tarifas. Estamos trabalhando nisso", disse Mnuchin à emissora Fox News. "Então, como afirma o presidente Trump, não temos receio sobre uma guerra comercial, mas esse não é nosso objetivo."

No sábado (24), o secretário recebeu um telefonema do vice-primeiro ministro chinês, Liu He. A autoridade disse que os EUA desrespeitaram regras comerciais com uma investigação sobre propriedade intelectual. Ele disse ainda que a China defenderá seus interesses.

Foi o contato de mais alto nível entre os dois governos desde que Trump anunciou as tarifas sobre produtos chineses, na quinta-feira (22)
Receios de uma guerra comercial entre Estados Unidos e China fizeram as Bolsas americanas despencarem. O índice Dow Jones e o S&P 500 encerraram a semana passada com quedas de 6%.

Mnuchin afirmou que acredita que os EUA podem alcançar um acordo com a China sobre algumas questões, mas ressaltou que as tarifas não serão suspensas "a menos que tenhamos um acordo aceitável que o presidente possa assinar".

Sem dar prazo, o ministério do Comércio da China afirmou que poderá impor tarifa de 25% sobre carne suína exportada pelos EUA.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade