Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Meio Ambiente
Estão vendendo terrenos com promessa de até 6 pavimentos na interpraias

Haverá nova audiência pública nesta quarta-feira

Terça, 21/1/2020 8:29.

Publicidade

A reportagem do Página 3 apurou que pessoas estão oferecendo terrenos na Área de Proteção Ambiental da Costa Brava (APA da Interpraias) dizendo aos interessados que mudanças na lei permitirão construir até seis pavimentos naquela região.

Também há pessoas oferecendo grandes áreas de terra que hoje não podem ser loteadas, com o mesmo argumento de que a mudança na lei permitirá esses loteamentos.

Amanhã, às 19h, na Associação dos Moradores do Estaleiro, prosseguirá a votação do Plano de Manejo da APA e dois grupos defenderão ideias opostas, os que querem limitar as construções em três pavimentos e outros que querem cinco pavimentos ou mais.

Também existe discussão sobre o tamanho mínimo das unidades habitacionais que hoje é 50m2, mas se adotar esse limite para edifícios tende a haver uma proliferação de “pombais” e a consequente destruição daquele paraíso natural.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Estão vendendo terrenos com promessa de até 6 pavimentos na interpraias

Haverá nova audiência pública nesta quarta-feira

Publicidade

Terça, 21/1/2020 8:29.

A reportagem do Página 3 apurou que pessoas estão oferecendo terrenos na Área de Proteção Ambiental da Costa Brava (APA da Interpraias) dizendo aos interessados que mudanças na lei permitirão construir até seis pavimentos naquela região.

Também há pessoas oferecendo grandes áreas de terra que hoje não podem ser loteadas, com o mesmo argumento de que a mudança na lei permitirá esses loteamentos.

Amanhã, às 19h, na Associação dos Moradores do Estaleiro, prosseguirá a votação do Plano de Manejo da APA e dois grupos defenderão ideias opostas, os que querem limitar as construções em três pavimentos e outros que querem cinco pavimentos ou mais.

Também existe discussão sobre o tamanho mínimo das unidades habitacionais que hoje é 50m2, mas se adotar esse limite para edifícios tende a haver uma proliferação de “pombais” e a consequente destruição daquele paraíso natural.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade