Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Justiça
Um dos julgadores de Lula tem família em Balneário Camboriú

Ele é filho do conhecido advogado Linésio Laus

Segunda, 22/1/2018 8:16.
Arquivo Página 3.

Publicidade

O juiz Victor Luiz dos Santos Laus, 54, um dos três que julgarão o recurso de Lula na próxima quarta-feira no TRF-4, tem estreita ligação com Balneário Camboriú pois é filho do conhecido advogado Linésio Laus.

Linésio, outrora ligado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) foi preso logo no primeiro mês de instauração da ditadura militar de 1964 e posteriormente indenizado porque se viu impedido de trabalhar.

O juiz Victor nasceu em Joaçaba e se formou na UFSC. Foi servidor concursado do Tribunal de Justiça de Santa Catarina e em 1992 foi aprovado no concurso para procurador da República.

Atuando no Ministério Público Federal em Santa Catarina, foi o mais votado entre os colegas para assumir uma cadeira no TRF-4 e teve sua nomeação confirmada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O TRF-4 julga os recursos das decisões de primeiro grau nos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. É o caso de Lula, condenado a oito anos de prisão pelo juiz Sergio Moro, em Curitiba, por corrupção e lavagem de dinheiro.

O ex-presidente é acusado de ocultar a propriedade de uma cobertura triplex no Guarujá, SP, recebida como propina da empreiteira OAS, em troca de favores na Petrobras.

Como funciona

O julgamento está marcado às 8h30 de quarta-feira (24), com transmissão ao vivo pela TV Justiça.

São três juízes na 8ª Turma que julgará Lula e se não houver unanimidade na decisão o réu pode pedir outro recurso que será analisado por seis juízes que compõem a 7ª e 8 a Turmas do TRF-4.

Se condenado Lula se torna “ficha suja” e diz a lei que não poderá concorrer pelos próximos oito anos contados da data da sentença.

Como o Brasil é o país da "jaboticabas" jurídicas, não será surpresa se o pré-candidato mesmo condenado no TRF-4 consiga algum recurso que permita sua candidatura.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Arquivo Página 3.

Um dos julgadores de Lula tem família em Balneário Camboriú

Ele é filho do conhecido advogado Linésio Laus

Publicidade

Segunda, 22/1/2018 8:16.

O juiz Victor Luiz dos Santos Laus, 54, um dos três que julgarão o recurso de Lula na próxima quarta-feira no TRF-4, tem estreita ligação com Balneário Camboriú pois é filho do conhecido advogado Linésio Laus.

Linésio, outrora ligado ao Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) foi preso logo no primeiro mês de instauração da ditadura militar de 1964 e posteriormente indenizado porque se viu impedido de trabalhar.

O juiz Victor nasceu em Joaçaba e se formou na UFSC. Foi servidor concursado do Tribunal de Justiça de Santa Catarina e em 1992 foi aprovado no concurso para procurador da República.

Atuando no Ministério Público Federal em Santa Catarina, foi o mais votado entre os colegas para assumir uma cadeira no TRF-4 e teve sua nomeação confirmada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O TRF-4 julga os recursos das decisões de primeiro grau nos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. É o caso de Lula, condenado a oito anos de prisão pelo juiz Sergio Moro, em Curitiba, por corrupção e lavagem de dinheiro.

O ex-presidente é acusado de ocultar a propriedade de uma cobertura triplex no Guarujá, SP, recebida como propina da empreiteira OAS, em troca de favores na Petrobras.

Como funciona

O julgamento está marcado às 8h30 de quarta-feira (24), com transmissão ao vivo pela TV Justiça.

São três juízes na 8ª Turma que julgará Lula e se não houver unanimidade na decisão o réu pode pedir outro recurso que será analisado por seis juízes que compõem a 7ª e 8 a Turmas do TRF-4.

Se condenado Lula se torna “ficha suja” e diz a lei que não poderá concorrer pelos próximos oito anos contados da data da sentença.

Como o Brasil é o país da "jaboticabas" jurídicas, não será surpresa se o pré-candidato mesmo condenado no TRF-4 consiga algum recurso que permita sua candidatura.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade