Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Leitor denuncia carro do Governo do Estado estacionado sobre faixa de segurança em Balneário Camboriú

Quarta, 3/3/2021 18:06.

Publicidade

Um leitor procurou o Página 3 para denunciar um carro do governo do Estado que teria estacionado por mais de uma hora sobre uma faixa de segurança, na tarde de terça-feira (2), em frente à Seei (Saúde Especial Espaço Integrar), na Rua 3.450, em frente ao Colégio Maria da Glória Pereira. O ato é considerado infração grave de trânsito.

Segundo o denunciante, que preferiu não ser identificado, o carro teria permanecido no local proibido por uma hora e a situação já teria acontecido outras vezes.

Situação é comum: falta de respeito

O diretor do BC Trânsito, Ricieri Ribas Moraes disse que a situação (motoristas estacionarem em cima da faixa de segurança) infelizmente é comum em Balneário Camboriú. “Não só em Balneário, como em outros municípios. Acredito que é uma infração que afeta todas as cidades do país, e está vinculada à falta de respeito pelas leis de trânsito pelos condutores. Ao não encontrarem uma vaga correta para estacionar, usam do ‘jeitinho brasileiro’. Neste caso denunciado ao jornal é ainda pior, sendo um mau exemplo por ser um funcionário público e utilizando o carro do governo e se foi para algo particular, nem poderia estar usando”, explica.

Moradores devem denunciar

Ricieri salienta que o essencial é o público denunciar imediatamente ao 153 (Guarda Municipal/Agentes de Trânsito) ou para a Polícia Militar (190), pois assim é possível fazer o flagrante e o motorista infrator é penalizado.

“É infração grave, com cinco pontos na CNH, cabe remoção do veículo e multa de R$ 195,23. Isso [estacionar em cima da faixa] traz muita insegurança, tanto aos pedestres como aos próprios condutores, prejudicando a segurança da via e de quem circula”, acrescenta, citando que estão trabalhando cada vez mais no setor de educação para o trânsito, pois as crianças e adolescentes podem levar os ensinamentos sobre infrações para os pais e/ou responsáveis.

Áreas de embarque e desembarque escolar

O diretor falou sobre a importância de os motoristas respeitarem as áreas de embarque e desembarque escolar, que existem perto das escolas e são exclusivas para os pais pararem seus veículos para as crianças descerem, assim como há o espaço para os transportes escolares.

“Os motoristas precisam ser conscientes e utilizar essas vagas conforme o critério delas, não é para estacionarem e ali permanecerem. Pedimos também aos empresários proprietários de escolas privadas que não tomem atitude de reservar vaga sem procurar o órgão de trânsito. Houve um caso, uma escola da Avenida Central, que delimitou área sem nos consultar, e isso não pode acontecer”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Leitor denuncia carro do Governo do Estado estacionado sobre faixa de segurança em Balneário Camboriú

Quarta, 3/3/2021 18:06.

Um leitor procurou o Página 3 para denunciar um carro do governo do Estado que teria estacionado por mais de uma hora sobre uma faixa de segurança, na tarde de terça-feira (2), em frente à Seei (Saúde Especial Espaço Integrar), na Rua 3.450, em frente ao Colégio Maria da Glória Pereira. O ato é considerado infração grave de trânsito.

Segundo o denunciante, que preferiu não ser identificado, o carro teria permanecido no local proibido por uma hora e a situação já teria acontecido outras vezes.

Situação é comum: falta de respeito

O diretor do BC Trânsito, Ricieri Ribas Moraes disse que a situação (motoristas estacionarem em cima da faixa de segurança) infelizmente é comum em Balneário Camboriú. “Não só em Balneário, como em outros municípios. Acredito que é uma infração que afeta todas as cidades do país, e está vinculada à falta de respeito pelas leis de trânsito pelos condutores. Ao não encontrarem uma vaga correta para estacionar, usam do ‘jeitinho brasileiro’. Neste caso denunciado ao jornal é ainda pior, sendo um mau exemplo por ser um funcionário público e utilizando o carro do governo e se foi para algo particular, nem poderia estar usando”, explica.

Moradores devem denunciar

Ricieri salienta que o essencial é o público denunciar imediatamente ao 153 (Guarda Municipal/Agentes de Trânsito) ou para a Polícia Militar (190), pois assim é possível fazer o flagrante e o motorista infrator é penalizado.

“É infração grave, com cinco pontos na CNH, cabe remoção do veículo e multa de R$ 195,23. Isso [estacionar em cima da faixa] traz muita insegurança, tanto aos pedestres como aos próprios condutores, prejudicando a segurança da via e de quem circula”, acrescenta, citando que estão trabalhando cada vez mais no setor de educação para o trânsito, pois as crianças e adolescentes podem levar os ensinamentos sobre infrações para os pais e/ou responsáveis.

Áreas de embarque e desembarque escolar

O diretor falou sobre a importância de os motoristas respeitarem as áreas de embarque e desembarque escolar, que existem perto das escolas e são exclusivas para os pais pararem seus veículos para as crianças descerem, assim como há o espaço para os transportes escolares.

“Os motoristas precisam ser conscientes e utilizar essas vagas conforme o critério delas, não é para estacionarem e ali permanecerem. Pedimos também aos empresários proprietários de escolas privadas que não tomem atitude de reservar vaga sem procurar o órgão de trânsito. Houve um caso, uma escola da Avenida Central, que delimitou área sem nos consultar, e isso não pode acontecer”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade