Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Mão-pelada é resgatado na Avenida Atlântica, mas estava ferido e não resistiu

Segunda, 27/7/2020 15:42.
Divulgação/GMBC

Publicidade

Um mão-pelada (Procyon Cancrivorus), mamífero carnívoro da família dos guaxinins, foi resgatado pela Guarda Municipal Ambiental perambulando pelo calçadão da Avenida Atlântica, no final da noite de domingo (26). Ele estava debilitado e acabou morrendo na manhã desta segunda-feira (27)

Segundo a Guarda Municipal Ambiental, o animal caminhava pela Atlântica, na altura da Rua 4.500, na Barra Sul, quando foi capturado. Ele é da espécie guaxinim-sul-americano.

O animal foi levado ao Complexo Ambiental Cyro Gevaerd (Zoo da Santur), onde recebeu atendimento veterinário. A bióloga do Complexo, Márcia Achutti, explica que o animal provavelmente veio do Rio das Ostras e estava muito debilitado.

“Ao chegar no Zoo, recebeu os primeiros atendimentos onde foi constatado que estava magro, com escoriações pelo corpo e desidratado. Após as primeiras horas o animal apresentou piora no quadro clínico vindo a óbito hoje (27) pela manhã. Na necropsia foi observado hemorragia interna”, disse a bióloga.

Saiba mais

O mão-pelada (Procyon Cancrivorus) é um mamífero carnívoro da família dos procionídeos, também conhecido pelos nomes de guaxinim-sul-americano, jaguacinim jaguacampeba, jaguaracambé, iguanara, guaxo e cachorro-do-mangue. Esta espécie tem uma distribuição geográfica ampla, habitando a região que vai da Costa Rica à América do Sul, abrangendo todo o Brasil e o norte da Argentina e do Uruguai.

É um animal terrestre, solitário e noturno, mede cerca de 60 centímetros de comprimento e vive próximo a fontes de água como rios, mangues, praias, baías e lagoas. Contudo, pode ser encontrado em áreas não-aquáticas em determinadas épocas do ano, ocorrendo em todos os biomas brasileiros: cerrado, Amazônia, caatinga, Pantanal, Mata Atlântica e pampas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação/GMBC

Mão-pelada é resgatado na Avenida Atlântica, mas estava ferido e não resistiu

Publicidade

Segunda, 27/7/2020 15:42.

Um mão-pelada (Procyon Cancrivorus), mamífero carnívoro da família dos guaxinins, foi resgatado pela Guarda Municipal Ambiental perambulando pelo calçadão da Avenida Atlântica, no final da noite de domingo (26). Ele estava debilitado e acabou morrendo na manhã desta segunda-feira (27)

Segundo a Guarda Municipal Ambiental, o animal caminhava pela Atlântica, na altura da Rua 4.500, na Barra Sul, quando foi capturado. Ele é da espécie guaxinim-sul-americano.

O animal foi levado ao Complexo Ambiental Cyro Gevaerd (Zoo da Santur), onde recebeu atendimento veterinário. A bióloga do Complexo, Márcia Achutti, explica que o animal provavelmente veio do Rio das Ostras e estava muito debilitado.

“Ao chegar no Zoo, recebeu os primeiros atendimentos onde foi constatado que estava magro, com escoriações pelo corpo e desidratado. Após as primeiras horas o animal apresentou piora no quadro clínico vindo a óbito hoje (27) pela manhã. Na necropsia foi observado hemorragia interna”, disse a bióloga.

Saiba mais

O mão-pelada (Procyon Cancrivorus) é um mamífero carnívoro da família dos procionídeos, também conhecido pelos nomes de guaxinim-sul-americano, jaguacinim jaguacampeba, jaguaracambé, iguanara, guaxo e cachorro-do-mangue. Esta espécie tem uma distribuição geográfica ampla, habitando a região que vai da Costa Rica à América do Sul, abrangendo todo o Brasil e o norte da Argentina e do Uruguai.

É um animal terrestre, solitário e noturno, mede cerca de 60 centímetros de comprimento e vive próximo a fontes de água como rios, mangues, praias, baías e lagoas. Contudo, pode ser encontrado em áreas não-aquáticas em determinadas épocas do ano, ocorrendo em todos os biomas brasileiros: cerrado, Amazônia, caatinga, Pantanal, Mata Atlântica e pampas.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade