Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Caminhão tomba e óleo pode ter contaminado a Praia de Bombas

Quarta, 22/1/2020 12:37.
Corpo de Bombeiros

Publicidade

Um motorista perdeu o controle do caminhão que dirigia na manhã de hoje (22), na Avenida Leopoldo Zaling, em Bombinhas. Ele passa bem, mas houve vazamento de combustível e óleo do motor que pode ter atingido a drenagem fluvial e consequentemente a Praia de Bombas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista do caminhão passa bem e teve apenas alguns ferimentos. Ele não quis ser encaminhado ao hospital e assinou um termo de recusa. No momento do tombamento, o caminhão deslocou os pavers da rua e também danificou a estrutura de um muro que veio a tombar em cima de um Volkswagen/Amarok, que estava estacionado na garagem de uma casa.

O local foi isolado e foi feita a contenção do combustível e óleo lubrificante do motor que vazava do caminhão com cal, areia e serragem, impedindo a contaminação rede hídrica local. Porém, no momento em que os bombeiros chegaram ao local do acidente, já tinha ocorrido o vazamento do combustível e óleo do motor e não se sabe a quantidade que foi para a drenagem fluvial e por consequência para a orla da Praia de Bombas. A carga transportada pelo caminhão era suplemento alimentar e não oferecia risco.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Corpo de Bombeiros

Caminhão tomba e óleo pode ter contaminado a Praia de Bombas

Publicidade

Quarta, 22/1/2020 12:37.

Um motorista perdeu o controle do caminhão que dirigia na manhã de hoje (22), na Avenida Leopoldo Zaling, em Bombinhas. Ele passa bem, mas houve vazamento de combustível e óleo do motor que pode ter atingido a drenagem fluvial e consequentemente a Praia de Bombas.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista do caminhão passa bem e teve apenas alguns ferimentos. Ele não quis ser encaminhado ao hospital e assinou um termo de recusa. No momento do tombamento, o caminhão deslocou os pavers da rua e também danificou a estrutura de um muro que veio a tombar em cima de um Volkswagen/Amarok, que estava estacionado na garagem de uma casa.

O local foi isolado e foi feita a contenção do combustível e óleo lubrificante do motor que vazava do caminhão com cal, areia e serragem, impedindo a contaminação rede hídrica local. Porém, no momento em que os bombeiros chegaram ao local do acidente, já tinha ocorrido o vazamento do combustível e óleo do motor e não se sabe a quantidade que foi para a drenagem fluvial e por consequência para a orla da Praia de Bombas. A carga transportada pelo caminhão era suplemento alimentar e não oferecia risco.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade