Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Balneário Camboriú recebe prêmio nacional pelo combate ao suicídio e automutilação entre os jovens

Quinta, 6/8/2020 13:47.
Divulgação

Publicidade

O prefeito Fabrício Oliveira e a secretária da Inclusão Social, Christina Barichello estão em Brasília, para receber nesta quinta-feira (6), o Prêmio de Inovação em Políticas Públicas de Juventude, categoria "Inovações relacionadas ao Combate ao Suicídio e automutilação dos jovens" do Programa Abraço ao Jovem que, desde setembro de 2018, quando foi lançado, atendeu mais de três mil jovens.

A solenidade em Brasília é promovida pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Balneário Camboriú concorreu com 40 cidades.

Este é o segundo prêmio que o Abraço ao Jovem recebe esse ano. O primeiro foi em janeiro, quando conquistou o Prêmio Inovação em Políticas Públicas de Juventude (região sul).

O programa funciona 24 horas, via telefone ou WhatsApp, para jovens do município com problemas emocionais, depressão, com intenção de suicídio ou violência autoprovocada. Até final de julho deste ano, 3010 jovens foram atendidos.

“Receber esse reconhecimento, numa seleção rigorosa que avaliou 40 projetos do país todo é a certeza de que estamos no caminho certo porque muitos jovens nos procuram ou são encaminhados com os braços mutilados e com os sentimentos dilacerados e muitas vezes temos que envolver toda família para que a recuperação tenha sucesso. É um trabalho minucioso, onde cada caso tem uma necessidade especial", disse o prefeito.

A secretária de Desenvolvimento e Inclusão Social, Christina Barichello disse que 65,58% dos jovens atendidos têm entre 18 e 24 anos, 24,35% entre 25 e 29 anos e 10, 07% tem entre 15 e 17 anos. E a maioria, (72,12%) são mulheres. Sempre inovando e melhorando o atendimento, este ano, a novidade é que após a terceira sessão de psicoterapia, as famílias acompanham o tratamento, o que melhora a recuperação e envolve os pais no resultado.

Christina explicou que a diferença desse programa Abraço ao Jovem do Programa Abraço à Vida, por exemplo, é a metodologia de trabalho.

“Iniciamos com um grupo, que chama Papo Reto. São profissionais que vão nas escolas falar sobre sentimentos, como alegria, tristeza, dor, empreendedorismo, o que eles pensam sobre questões da vida, são assuntos que muitas vezes não são falados na escola e nem na família. Percebemos que muitos têm vergonha na escola, fica na sala do orientador...então quando divulgamos o telefone do programa, começou a ter procura. Neste momento, percebemos também que precisava ter psicólogos mais jovens, que se identificassem com a linguagem, com os sinais da juventude, porque o palavreado é diferente, a forma de se relacionar mudou”, segue a secretária.

Para avaliar o êxito do programa, Christina usou estatística de suicídios ocorridos me Balneário Camboriú desde que o programa existe.

“Em 2018 tivemos três, em 2019 nenhum e esse ano um, mas era uma pessoa que não morava aqui, veio para ficar em um hotel e acabou cometendo suicídio. Estes números provam que o resultado do programa é efetivo e ganhar esse prêmio é um reconhecimento, porque não existe nenhuma política pública mais importante do que a vida”, disse.

O número do Abraço ao Jovem é o (47) 99982-2322.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Balneário Camboriú recebe prêmio nacional pelo combate ao suicídio e automutilação entre os jovens

Publicidade

Quinta, 6/8/2020 13:47.

O prefeito Fabrício Oliveira e a secretária da Inclusão Social, Christina Barichello estão em Brasília, para receber nesta quinta-feira (6), o Prêmio de Inovação em Políticas Públicas de Juventude, categoria "Inovações relacionadas ao Combate ao Suicídio e automutilação dos jovens" do Programa Abraço ao Jovem que, desde setembro de 2018, quando foi lançado, atendeu mais de três mil jovens.

A solenidade em Brasília é promovida pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). Balneário Camboriú concorreu com 40 cidades.

Este é o segundo prêmio que o Abraço ao Jovem recebe esse ano. O primeiro foi em janeiro, quando conquistou o Prêmio Inovação em Políticas Públicas de Juventude (região sul).

O programa funciona 24 horas, via telefone ou WhatsApp, para jovens do município com problemas emocionais, depressão, com intenção de suicídio ou violência autoprovocada. Até final de julho deste ano, 3010 jovens foram atendidos.

“Receber esse reconhecimento, numa seleção rigorosa que avaliou 40 projetos do país todo é a certeza de que estamos no caminho certo porque muitos jovens nos procuram ou são encaminhados com os braços mutilados e com os sentimentos dilacerados e muitas vezes temos que envolver toda família para que a recuperação tenha sucesso. É um trabalho minucioso, onde cada caso tem uma necessidade especial", disse o prefeito.

A secretária de Desenvolvimento e Inclusão Social, Christina Barichello disse que 65,58% dos jovens atendidos têm entre 18 e 24 anos, 24,35% entre 25 e 29 anos e 10, 07% tem entre 15 e 17 anos. E a maioria, (72,12%) são mulheres. Sempre inovando e melhorando o atendimento, este ano, a novidade é que após a terceira sessão de psicoterapia, as famílias acompanham o tratamento, o que melhora a recuperação e envolve os pais no resultado.

Christina explicou que a diferença desse programa Abraço ao Jovem do Programa Abraço à Vida, por exemplo, é a metodologia de trabalho.

“Iniciamos com um grupo, que chama Papo Reto. São profissionais que vão nas escolas falar sobre sentimentos, como alegria, tristeza, dor, empreendedorismo, o que eles pensam sobre questões da vida, são assuntos que muitas vezes não são falados na escola e nem na família. Percebemos que muitos têm vergonha na escola, fica na sala do orientador...então quando divulgamos o telefone do programa, começou a ter procura. Neste momento, percebemos também que precisava ter psicólogos mais jovens, que se identificassem com a linguagem, com os sinais da juventude, porque o palavreado é diferente, a forma de se relacionar mudou”, segue a secretária.

Para avaliar o êxito do programa, Christina usou estatística de suicídios ocorridos me Balneário Camboriú desde que o programa existe.

“Em 2018 tivemos três, em 2019 nenhum e esse ano um, mas era uma pessoa que não morava aqui, veio para ficar em um hotel e acabou cometendo suicídio. Estes números provam que o resultado do programa é efetivo e ganhar esse prêmio é um reconhecimento, porque não existe nenhuma política pública mais importante do que a vida”, disse.

O número do Abraço ao Jovem é o (47) 99982-2322.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade