Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Hoje tem Mostra de Cinema e Meio Ambiente
Quinta, 30/5/2019 16:14.
Cena do filme O chalé é uma ilha batida de vento e chuva.

Publicidade

Cinco filmes, lançamento do projeto Alterama e do Ecotur Cine Festival no Dia Mundial do Meio Ambiente, 05/06.

A Mostra Cinema e Meio Ambiente acontecem em um único dia, 05/06 entre 19h e 23h, e exibirá “Amanhã Chegou”, “Ama Sam”, “O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva” e “Tito e os Passaros”, quatro filmes de longa-metragem premiados em diversos festivais ao redor do mundo e um filme de curta-metragem, “Mais que a Lama: Memórias, Ausências e História”, que será projetado durante a abertura do festival e seguido de debate com equipe.

As exibições acontecerão nas Sala Artecine e no Auditório da Cidade, ambos localizados na Cineramabc Arthouse, Rua São Paulo 581 – 1, Bairro dos Estado, Balneário Camboriú. A abertura do evento será gratuita e basta retirar o ingresso na chegada ao evento. Os ingressos para os filmes de longa-metragem custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) na bilheteria do cinema. Para vendas online, basta clicar aqui

Durante a abertura do evento o diretor da mostra, Ike Gevaerd, fará breve resgate histórico sobre o longo caminho que este projeto percorreu, até sua atual realização.

É muito estimulante, ver este projeto que foi concebido há três décadas, ser ressuscitado agora, numa parceria entre a Cineramabc e a Biosphera Empreendimentos Ambientais. Na época, 1989, o embrião do projeto se chamava – ECOCINE – Festival Internacional de Cinema e Meio Ambiente de Balneário Camboriú, e foram desenvolvidas diversas ações para a sua realização, mas ele acabou indo para a pasta de futuros projetos. Na época, seria ele o primeiro festival de cinema com a temática Meio Ambiente do Brasil, conforme registrado em uma matéria do Jornal de Santa Catarina.”

Durante a mostra será anunciado o ECOTUR CINE FESTIVAL, um evento que abordara a temática Meio Ambiente, Ecoturismo e Esportes na Natureza, e que já nasce com casa própria, a Cineramabc Arthouse e acontecerá anualmente, em junho, na Semana do Meio Ambiente.

Também será lançado o Projeto Alterama, criado em julho de 2018, propõe viabilizar um espaço de compartilhamento de conteúdo digital sobre diferentes temas no âmbito das Relações Internacionais e por ocasião da data busca incentivar o debate sobre o meio ambiente no país com o especial “Semana Chico Mendes”. Entre os materiais compartilhados, está o curta-metragem “Mais que a Lama: Memórias, Ausências e História”, resultado da parceria entre universidades UFOP, UNIVALI e UNIVILLE, em articulação com o Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), a Sala Verde de Itajaí e o Projeto das Escolas Sustentáveis. O curta denuncia os reais impactos desse crime ambiental das mineradoras Samarco, Vale e BHP Billiton no município de Mariana (MG), que continua sem apresentar uma solução efetiva para a situação dramática que se encontram as famílias das comunidades atingidas há quase dois anos. Contaremos com a presença tanto de uma das responsáveis pelo Projeto Alterama quanto com parte da equipe de produção do curta-metragem.

PROGRAMAÇÃO

DIA 05/06

AUDITÓRIO LIVRE

19h00 – **Abertura** - Gratuito
19h45 – **Tito e os Pássaros**, de Gustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar
21h15 – **Ama San**, de Claudia Varejão

ARTECINE

19h45 – **Amanhã Chegou**, de Renata Simões
21h15 – **O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva**, de Letícia Simões

FILMES

•  O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva, de Letícia Simões
  (Documentário – 72 min – Livre – Brasil – 2019)

Sinopse: Após uma viagem para o Pará, a diretora Letícia Simões entrou em contato com o livro de Dalcídio Jurandir. O documentário é uma homenagem ao romancista, que, enquanto escrevia os livros que compõem sua saga de 10 volumes, subia e descia o Rio Tapajós de barco para trabalhar como inspetor de escola.

Curiosidade: Filme exibido na mostra Outros Olhares da 7ª edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=32&v=92bnCnlWkxs 

•  Ama San, de Claudia Varejão
   (Documentário – 113 min – Livre – Portugal, Japão – 2019)

Sinopse: O documentário mostra a vida de mulheres que trabalham arriscando as suas próprias vidas. Elas mergulham enquanto a luz do meio-dia se infiltra pelos mares do Japão. Ao encher os pulmões de ar, elas se aventuram no fundo do mar em busca de ostras, algas e pérolas. Uma tarefa que acontece no Japão há mais de 2000 anos.

Curiosidade: Fünf Seen Filmfestival 2016 Vencedor na categoria Lobende Erwähnung – Dokumentarfilmpreis.Porto Post Doc: Film & Media Festival 2016Vencedor na categoria Teenage Award.doclisboa Festival Internacional de Cinema Documental 2016Vencedor na categoria Íngreme/Doclisboa Award de Melhor Filme em Competição Portuguesa.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=uPBowQocxj8 

•  Tito e os Pássaros, de Gustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar
   (Animação, Ação – 73 min – Livre – Brasil – 2019)

Sinopse: Tito é um menino tímido de 10 anos que vive com sua mãe. De repente, uma estranha epidemia começa a se espalhar, fazendo com que pessoas fiquem doentes quando se assustam. Tito rapidamente descobre que a cura está relacionada à pesquisa feita por seu pai ausente sobre o canto dos pássaros. Ele embarca numa jornada com seus amigos para salvar o mundo da epidemia. A busca de Tito pelo antídoto se torna uma jornada para encontrar seu pai ausente e sua própria identidade.

Curiosidades: Mais de 50 festivais ao redor do mundo. O filme foi concorrente brasileiro para o Oscar 2019.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=13&v=htzVNXpMUBY 

•  Amanhã Chegou, de Renata Simões
   (Documentário74 min – 10 anos – Brasil – 2018)

Sinopse: Durante muitas décadas, sonho e consumo material foram duas coisas que sempre andaram juntas. Por mais que esta associação de pensamento ainda seja perpetuada na sociedade, hoje tenta-se desmitificar a ideia de que dinheiro sempre será poder. Enquanto a escolha do consumidor leva órgãos governamentais a destruírem culturas nativas e o meio ambiente, algumas instituições tentam fazer diferente.

Curiosidade: Primeiro longa-documental dirigido pela jornalista Renata Simões.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=F7odFRIrVGI

 

INFORMAÇÕES

As Mostras e Focos apresentam programação imperdível para os verdadeiros amantes do audiovisual. Longas, curtas, séries, telefilmes e diversos outros formatos são exibidos em sessões com data e horário marcado. Obrigatório para todo cinéfilo que se preze.

  • Endereço: Cineramabc Arthouse / Rua São Paulo 581-1 / Bairro dos Estados / Balneário Camboriú
  • Ingresso: R$ 20,00 (inteira) ou R$ 10,00 (meia) a venda na bilheteria do cinema ou online clicando aqui
  • Bilheteria: de terça a domingo das 16:00 às 22:00 / Dinheiro, Débito ou Crédito

 

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Destaques

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Hoje tem Mostra de Cinema e Meio Ambiente

Cena do filme O chalé é uma ilha batida de vento e chuva.
Cena do filme O chalé é uma ilha batida de vento e chuva.

Publicidade

Quinta, 30/5/2019 16:14.

Cinco filmes, lançamento do projeto Alterama e do Ecotur Cine Festival no Dia Mundial do Meio Ambiente, 05/06.

A Mostra Cinema e Meio Ambiente acontecem em um único dia, 05/06 entre 19h e 23h, e exibirá “Amanhã Chegou”, “Ama Sam”, “O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva” e “Tito e os Passaros”, quatro filmes de longa-metragem premiados em diversos festivais ao redor do mundo e um filme de curta-metragem, “Mais que a Lama: Memórias, Ausências e História”, que será projetado durante a abertura do festival e seguido de debate com equipe.

As exibições acontecerão nas Sala Artecine e no Auditório da Cidade, ambos localizados na Cineramabc Arthouse, Rua São Paulo 581 – 1, Bairro dos Estado, Balneário Camboriú. A abertura do evento será gratuita e basta retirar o ingresso na chegada ao evento. Os ingressos para os filmes de longa-metragem custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia) na bilheteria do cinema. Para vendas online, basta clicar aqui

Durante a abertura do evento o diretor da mostra, Ike Gevaerd, fará breve resgate histórico sobre o longo caminho que este projeto percorreu, até sua atual realização.

É muito estimulante, ver este projeto que foi concebido há três décadas, ser ressuscitado agora, numa parceria entre a Cineramabc e a Biosphera Empreendimentos Ambientais. Na época, 1989, o embrião do projeto se chamava – ECOCINE – Festival Internacional de Cinema e Meio Ambiente de Balneário Camboriú, e foram desenvolvidas diversas ações para a sua realização, mas ele acabou indo para a pasta de futuros projetos. Na época, seria ele o primeiro festival de cinema com a temática Meio Ambiente do Brasil, conforme registrado em uma matéria do Jornal de Santa Catarina.”

Durante a mostra será anunciado o ECOTUR CINE FESTIVAL, um evento que abordara a temática Meio Ambiente, Ecoturismo e Esportes na Natureza, e que já nasce com casa própria, a Cineramabc Arthouse e acontecerá anualmente, em junho, na Semana do Meio Ambiente.

Também será lançado o Projeto Alterama, criado em julho de 2018, propõe viabilizar um espaço de compartilhamento de conteúdo digital sobre diferentes temas no âmbito das Relações Internacionais e por ocasião da data busca incentivar o debate sobre o meio ambiente no país com o especial “Semana Chico Mendes”. Entre os materiais compartilhados, está o curta-metragem “Mais que a Lama: Memórias, Ausências e História”, resultado da parceria entre universidades UFOP, UNIVALI e UNIVILLE, em articulação com o Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), a Sala Verde de Itajaí e o Projeto das Escolas Sustentáveis. O curta denuncia os reais impactos desse crime ambiental das mineradoras Samarco, Vale e BHP Billiton no município de Mariana (MG), que continua sem apresentar uma solução efetiva para a situação dramática que se encontram as famílias das comunidades atingidas há quase dois anos. Contaremos com a presença tanto de uma das responsáveis pelo Projeto Alterama quanto com parte da equipe de produção do curta-metragem.

PROGRAMAÇÃO

DIA 05/06

AUDITÓRIO LIVRE

19h00 – **Abertura** - Gratuito
19h45 – **Tito e os Pássaros**, de Gustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar
21h15 – **Ama San**, de Claudia Varejão

ARTECINE

19h45 – **Amanhã Chegou**, de Renata Simões
21h15 – **O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva**, de Letícia Simões

FILMES

•  O Chalé é Uma Ilha Batida de Vento e Chuva, de Letícia Simões
  (Documentário – 72 min – Livre – Brasil – 2019)

Sinopse: Após uma viagem para o Pará, a diretora Letícia Simões entrou em contato com o livro de Dalcídio Jurandir. O documentário é uma homenagem ao romancista, que, enquanto escrevia os livros que compõem sua saga de 10 volumes, subia e descia o Rio Tapajós de barco para trabalhar como inspetor de escola.

Curiosidade: Filme exibido na mostra Outros Olhares da 7ª edição do Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=32&v=92bnCnlWkxs 

•  Ama San, de Claudia Varejão
   (Documentário – 113 min – Livre – Portugal, Japão – 2019)

Sinopse: O documentário mostra a vida de mulheres que trabalham arriscando as suas próprias vidas. Elas mergulham enquanto a luz do meio-dia se infiltra pelos mares do Japão. Ao encher os pulmões de ar, elas se aventuram no fundo do mar em busca de ostras, algas e pérolas. Uma tarefa que acontece no Japão há mais de 2000 anos.

Curiosidade: Fünf Seen Filmfestival 2016 Vencedor na categoria Lobende Erwähnung – Dokumentarfilmpreis.Porto Post Doc: Film & Media Festival 2016Vencedor na categoria Teenage Award.doclisboa Festival Internacional de Cinema Documental 2016Vencedor na categoria Íngreme/Doclisboa Award de Melhor Filme em Competição Portuguesa.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=3&v=uPBowQocxj8 

•  Tito e os Pássaros, de Gustavo Steinberg, André Catoto e Gabriel Bitar
   (Animação, Ação – 73 min – Livre – Brasil – 2019)

Sinopse: Tito é um menino tímido de 10 anos que vive com sua mãe. De repente, uma estranha epidemia começa a se espalhar, fazendo com que pessoas fiquem doentes quando se assustam. Tito rapidamente descobre que a cura está relacionada à pesquisa feita por seu pai ausente sobre o canto dos pássaros. Ele embarca numa jornada com seus amigos para salvar o mundo da epidemia. A busca de Tito pelo antídoto se torna uma jornada para encontrar seu pai ausente e sua própria identidade.

Curiosidades: Mais de 50 festivais ao redor do mundo. O filme foi concorrente brasileiro para o Oscar 2019.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?time_continue=13&v=htzVNXpMUBY 

•  Amanhã Chegou, de Renata Simões
   (Documentário74 min – 10 anos – Brasil – 2018)

Sinopse: Durante muitas décadas, sonho e consumo material foram duas coisas que sempre andaram juntas. Por mais que esta associação de pensamento ainda seja perpetuada na sociedade, hoje tenta-se desmitificar a ideia de que dinheiro sempre será poder. Enquanto a escolha do consumidor leva órgãos governamentais a destruírem culturas nativas e o meio ambiente, algumas instituições tentam fazer diferente.

Curiosidade: Primeiro longa-documental dirigido pela jornalista Renata Simões.

Trailer: https://www.youtube.com/watch?v=F7odFRIrVGI

 

INFORMAÇÕES

As Mostras e Focos apresentam programação imperdível para os verdadeiros amantes do audiovisual. Longas, curtas, séries, telefilmes e diversos outros formatos são exibidos em sessões com data e horário marcado. Obrigatório para todo cinéfilo que se preze.

  • Endereço: Cineramabc Arthouse / Rua São Paulo 581-1 / Bairro dos Estados / Balneário Camboriú
  • Ingresso: R$ 20,00 (inteira) ou R$ 10,00 (meia) a venda na bilheteria do cinema ou online clicando aqui
  • Bilheteria: de terça a domingo das 16:00 às 22:00 / Dinheiro, Débito ou Crédito

 

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Destaques