Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Bolsonaro visita Neymar em clínica de Brasília
Edu Andrade/Fatopress/Folhapress
O presidente Jair Bolsonaro acompanha a partida amistosa entre as seleções de Brasil e Qatar no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, nesta quarta-feira (5

Quinta, 6/6/2019 9:45.

(LEANDRO COLON / FOLHAPRESS)

O presidente Jair Bolsonaro foi à clínica de Brasília onde está o atacante da seleção brasileira Neymar, encaminhado ao local na noite desta quarta-feira (5) após deixar o amistoso contra o Qatar lesionado.

Segundo a CBF, o camisa 10 teve uma entorse no tornozelo direito. O atleta foi substituído com apenas 20 minutos de jogo e deixou o estádio Mané Garrincha de muletas.

Mais cedo, Bolsonaro já havia se manifestado sobre Neymar para falar a respeito da acusação de estupro sofrida pelo jogador.

"É um garoto que está num momento difícil, mas eu acredito nele", afirmou o presidente ao fim de uma cerimônia em Aragarças (GO), na divisa com Mato Grosso, utilizando uma camisa do Goiás Esporte Clube.

Jair Bolsonaro compareceu ao estádio Mané Garrincha para assistir à vitória do Brasil sobre o Qatar por 2 a 0, nesta quarta, em amistoso preparatório para a Copa América. Foi a primeira partida da seleção que ele acompanhou como chefe do executivo.
Também nesta quarta, a mulher que acusa Neymar de estupro, Najila Trindade Mendes de Souza, concedeu entrevista ao SBT na qual afirmou ter apelado ao jogador para que não fizessem sexo sem camisinha.

De acordo com ela, que também relatou comportamento agressivo da parte do camisa 10 da seleção, a recomendação sobre a utilização do preservativo foi ignorada.

"Nos primeiros [atos agressivos], ok. Só que depois começou a me machucar muito. Falei: 'para, está doendo'. Ele falou: 'desculpa, linda'. Continuamos. Falei: 'você trouxe preservativo?' Ele disse que não. 'Então não vai acontecer nada além disso'. Ele não respondeu nada. Ele me virou, cometeu o ato [sexual] e continuava batendo na minha bunda, repetidamente. Foi rápido, eu me virei e saí do quarto. Eu falei: 'para, para, para'. Ele não se comunicava. Só agia", explicou Najila.

Neymar deve comparecer ao Rio de Janeiro na sexta (7) para prestar depoimento à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática da Polícia Civil do Rio de Janeiro . O atleta será ouvido sobre suposto crime ao divulgar, no último sábado (1º), uma gravação com diversas imagens íntimas de Najila Trindade. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Bolsonaro visita Neymar em clínica de Brasília

Edu Andrade/Fatopress/Folhapress
O presidente Jair Bolsonaro acompanha a partida amistosa entre as seleções de Brasil e Qatar no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, nesta quarta-feira (5
O presidente Jair Bolsonaro acompanha a partida amistosa entre as seleções de Brasil e Qatar no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, nesta quarta-feira (5

Publicidade

Quinta, 6/6/2019 9:45.

(LEANDRO COLON / FOLHAPRESS)

O presidente Jair Bolsonaro foi à clínica de Brasília onde está o atacante da seleção brasileira Neymar, encaminhado ao local na noite desta quarta-feira (5) após deixar o amistoso contra o Qatar lesionado.

Segundo a CBF, o camisa 10 teve uma entorse no tornozelo direito. O atleta foi substituído com apenas 20 minutos de jogo e deixou o estádio Mané Garrincha de muletas.

Mais cedo, Bolsonaro já havia se manifestado sobre Neymar para falar a respeito da acusação de estupro sofrida pelo jogador.

"É um garoto que está num momento difícil, mas eu acredito nele", afirmou o presidente ao fim de uma cerimônia em Aragarças (GO), na divisa com Mato Grosso, utilizando uma camisa do Goiás Esporte Clube.

Jair Bolsonaro compareceu ao estádio Mané Garrincha para assistir à vitória do Brasil sobre o Qatar por 2 a 0, nesta quarta, em amistoso preparatório para a Copa América. Foi a primeira partida da seleção que ele acompanhou como chefe do executivo.
Também nesta quarta, a mulher que acusa Neymar de estupro, Najila Trindade Mendes de Souza, concedeu entrevista ao SBT na qual afirmou ter apelado ao jogador para que não fizessem sexo sem camisinha.

De acordo com ela, que também relatou comportamento agressivo da parte do camisa 10 da seleção, a recomendação sobre a utilização do preservativo foi ignorada.

"Nos primeiros [atos agressivos], ok. Só que depois começou a me machucar muito. Falei: 'para, está doendo'. Ele falou: 'desculpa, linda'. Continuamos. Falei: 'você trouxe preservativo?' Ele disse que não. 'Então não vai acontecer nada além disso'. Ele não respondeu nada. Ele me virou, cometeu o ato [sexual] e continuava batendo na minha bunda, repetidamente. Foi rápido, eu me virei e saí do quarto. Eu falei: 'para, para, para'. Ele não se comunicava. Só agia", explicou Najila.

Neymar deve comparecer ao Rio de Janeiro na sexta (7) para prestar depoimento à Delegacia de Repressão a Crimes de Informática da Polícia Civil do Rio de Janeiro . O atleta será ouvido sobre suposto crime ao divulgar, no último sábado (1º), uma gravação com diversas imagens íntimas de Najila Trindade. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade