Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Secretária do meio ambiente rebate acusação do Ministério Público
Facebook pessoal.
Maria Heloísa, com o prefeito Fabrício Oliveira.

Quinta, 6/6/2019 5:51.

O promotor do meio ambiente Isaac Sabbá Guimarães ingressou na terça-feira com denúncia de suposta prevaricação e improbidade administrativa contra a nova secretária do meio ambiente de Balneário Camboriú, Maria Heloísa Beatriz Cardozo Furtado Lenzi.

Ela rebate que não fez nada errado, que ainda não viu a denúncia e que não ficou surpresa de acontecer logo após sua nomeação.

Na acusação o promotor alega que em sete ocasiões (26 de maio de 2017, 14 de junho de 2017, 08 de agosto de 2017, 26 de junho de 2018, 30 de julho de 2018, 19 de dezembro de 2018 e 07 de fevereiro de 20) Maria Heloisa, que era Diretora de Desenvolvimento Ambiental, bateu ponto na secretaria e foi a Florianópolis, no Instituto do Meio Ambiente, IMA, despachar assuntos de interesse de clientes para os quais presta consultoria particular.

“Os protocolos no IMA podem ser feitos por qualquer pessoa. O fato do horário do IMA coincidir com meu horário de trabalho e clientes da minha empresa terem protocolos feitos, no único horário que o órgão ambiental atende, não prova que fui eu que fiz o protocolo”, contesta Maria Heloísa

No trabalho de investigação o promotor cruzou dados dos cartões-ponto da Secretaria do Meio Ambiente com o protocolo de entrada de documentos de clientes de Maria Heloísa na Fatma (hoje Instituto do Meio Ambiente).

“A denúncia é totalmente infundada pois todas minhas tratativas com o IMA nos últimos anos têm sido referentes aos processos da Prefeitura, onde sou a interlocutora”, reforçou a secretária.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Secretária do meio ambiente rebate acusação do Ministério Público

Facebook pessoal.
Maria Heloísa, com o prefeito Fabrício Oliveira.
Maria Heloísa, com o prefeito Fabrício Oliveira.

Publicidade

Quinta, 6/6/2019 5:51.

O promotor do meio ambiente Isaac Sabbá Guimarães ingressou na terça-feira com denúncia de suposta prevaricação e improbidade administrativa contra a nova secretária do meio ambiente de Balneário Camboriú, Maria Heloísa Beatriz Cardozo Furtado Lenzi.

Ela rebate que não fez nada errado, que ainda não viu a denúncia e que não ficou surpresa de acontecer logo após sua nomeação.

Na acusação o promotor alega que em sete ocasiões (26 de maio de 2017, 14 de junho de 2017, 08 de agosto de 2017, 26 de junho de 2018, 30 de julho de 2018, 19 de dezembro de 2018 e 07 de fevereiro de 20) Maria Heloisa, que era Diretora de Desenvolvimento Ambiental, bateu ponto na secretaria e foi a Florianópolis, no Instituto do Meio Ambiente, IMA, despachar assuntos de interesse de clientes para os quais presta consultoria particular.

“Os protocolos no IMA podem ser feitos por qualquer pessoa. O fato do horário do IMA coincidir com meu horário de trabalho e clientes da minha empresa terem protocolos feitos, no único horário que o órgão ambiental atende, não prova que fui eu que fiz o protocolo”, contesta Maria Heloísa

No trabalho de investigação o promotor cruzou dados dos cartões-ponto da Secretaria do Meio Ambiente com o protocolo de entrada de documentos de clientes de Maria Heloísa na Fatma (hoje Instituto do Meio Ambiente).

“A denúncia é totalmente infundada pois todas minhas tratativas com o IMA nos últimos anos têm sido referentes aos processos da Prefeitura, onde sou a interlocutora”, reforçou a secretária.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade