Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Fiscalização incinera redes de pesca em Balneário Camboriú
Divulgação/Semam

Quarta, 5/6/2019 12:35.

A equipe de fiscalização da secretaria do Meio Ambiente (Semam), com apoio da Polícia Militar Ambiental, realizou saída nesta terça-feira por todas as praias de Balneário Camboriú, quando flagrou uma rede feiticeira e outra malha normal, porém muito próxima do costão, desrespeitando o recuo mínimo exigido de 300 metros, como determina a lei da safra da tainha artesanal.

O diretor de fiscalização da Semam Edésio Pereira disse que as duas redes foram incineradas.

“Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente, infelizmente nos deparamos com duas ilegalidades”, afirmou, agradecendo o apoio da Polícia Ambiental. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Fiscalização incinera redes de pesca em Balneário Camboriú

Divulgação/Semam

Publicidade

Quarta, 5/6/2019 12:35.

A equipe de fiscalização da secretaria do Meio Ambiente (Semam), com apoio da Polícia Militar Ambiental, realizou saída nesta terça-feira por todas as praias de Balneário Camboriú, quando flagrou uma rede feiticeira e outra malha normal, porém muito próxima do costão, desrespeitando o recuo mínimo exigido de 300 metros, como determina a lei da safra da tainha artesanal.

O diretor de fiscalização da Semam Edésio Pereira disse que as duas redes foram incineradas.

“Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente, infelizmente nos deparamos com duas ilegalidades”, afirmou, agradecendo o apoio da Polícia Ambiental. 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade