Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Santur decide administrar provisoriamente Centro de Eventos de Balneário Camboriú

Presidente da Santur diz que o motivo é adiantar os agendamentos 

Terça, 23/4/2019 16:06.
Divulgação

Publicidade

A Santur emitu nota na tarde de hoje informando que administrará provisoriamente o Centro de Eventos de Balneário Camboriú e que para isso “formará uma equipe técnica para gerenciar a captação e o agendamento de eventos”.

A decisão envolve riscos, considerando o péssimo histórico da Santur como administradora.

Balneário Camboriú foi vítima desse desleixo porque o Parque Cyro Gevaerd, no passado a maior estrutura para eventos em Santa Catarina, com um importante centro comercial, definhou e acabou quase em sucata.

Por conta da climatização, a obra do Centro de Eventos não ficará pronta neste ano, mas o Estado poderia licitar desde já a concessão à iniciativa privada, porém preferiu adiar esta etapa.
 

A presidente da Santur, Flavia Didomenico, travou por WhatsApp o seguinte diálogo com o Página 3:

Flávia - Sobre o Centro de Evento de BC, quero esclarecer, que o anúncio da formação de equipe para gestão do calendário de eventos faz parte do esforço da equipe do Governo para que o centro de eventos, assim que licitado, consiga operar na sua capacidade máxima, desde o início, contribuindo para o desenvolvimento econômico de Balneário Camboriú e SC. Essa contratação justifica-se pela necessidade temporária, pois será uma gestão temporária por parte do Governo, considerando que serão técnicos, primando pela eficiência e pela assertividades nos resultados.

Nós, do Governo, estamos em sintonia com a Prefeitura e o trade para que esse processo, que envolve o término das obras e a efetiva operação do equipamento, traga resultados imediatos e benéficos para todos.

Jornal - Se a ideia é licitar à iniciativa privada e isso aconteceria em 90 dias, qual motivo de contratar equipe etc. ?

Flavia - O motivo é o agendamento, não podemos esperar conhecer o vencedor da licitação para a partir daí iniciar a captação e agendamento.

Jornal - O Convention & Visitors Bureau de Balneário Camboriú não poderia fazer esse agendamento, com propriedade, porque tem larga experiência nisso?

Flavia - Não é possível. Juridicamente, o Governo não pode repassar para terceiros uma atribuição como essa enquanto não é feita a concessão. O Convention, com toda sua expertise, será nosso aliado e parceiro em contribuir para captação e agendamento.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação

Santur decide administrar provisoriamente Centro de Eventos de Balneário Camboriú

Presidente da Santur diz que o motivo é adiantar os agendamentos 

Publicidade

Terça, 23/4/2019 16:06.

A Santur emitu nota na tarde de hoje informando que administrará provisoriamente o Centro de Eventos de Balneário Camboriú e que para isso “formará uma equipe técnica para gerenciar a captação e o agendamento de eventos”.

A decisão envolve riscos, considerando o péssimo histórico da Santur como administradora.

Balneário Camboriú foi vítima desse desleixo porque o Parque Cyro Gevaerd, no passado a maior estrutura para eventos em Santa Catarina, com um importante centro comercial, definhou e acabou quase em sucata.

Por conta da climatização, a obra do Centro de Eventos não ficará pronta neste ano, mas o Estado poderia licitar desde já a concessão à iniciativa privada, porém preferiu adiar esta etapa.
 

A presidente da Santur, Flavia Didomenico, travou por WhatsApp o seguinte diálogo com o Página 3:

Flávia - Sobre o Centro de Evento de BC, quero esclarecer, que o anúncio da formação de equipe para gestão do calendário de eventos faz parte do esforço da equipe do Governo para que o centro de eventos, assim que licitado, consiga operar na sua capacidade máxima, desde o início, contribuindo para o desenvolvimento econômico de Balneário Camboriú e SC. Essa contratação justifica-se pela necessidade temporária, pois será uma gestão temporária por parte do Governo, considerando que serão técnicos, primando pela eficiência e pela assertividades nos resultados.

Nós, do Governo, estamos em sintonia com a Prefeitura e o trade para que esse processo, que envolve o término das obras e a efetiva operação do equipamento, traga resultados imediatos e benéficos para todos.

Jornal - Se a ideia é licitar à iniciativa privada e isso aconteceria em 90 dias, qual motivo de contratar equipe etc. ?

Flavia - O motivo é o agendamento, não podemos esperar conhecer o vencedor da licitação para a partir daí iniciar a captação e agendamento.

Jornal - O Convention & Visitors Bureau de Balneário Camboriú não poderia fazer esse agendamento, com propriedade, porque tem larga experiência nisso?

Flavia - Não é possível. Juridicamente, o Governo não pode repassar para terceiros uma atribuição como essa enquanto não é feita a concessão. O Convention, com toda sua expertise, será nosso aliado e parceiro em contribuir para captação e agendamento.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade