Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Bases de distribuição de combustíveis continuam fechadas neste sábado

Postos prosseguem com estoques zerados e sem perspectiva de regularização

Sábado, 26/5/2018 8:42.
Mário Teixeira.
Piquete na base de distribuição de Itajaí.

Publicidade

Na manhã deste sábado as bases de distribuição de combustíveis de Guaramirim, Itajaí e Biguaçu continuavam fechadas por grevistas e dessa forma todos os postos atendidos por elas estão com estoques zerados.

Dos cerca de 250 postos em 21 municípios atendidos por Itajaí, apenas uns poucos receberam gasolina e diesel a pedido de prefeitos, como foi o caso de Balneário Camboriú, para atender veículos de saúde e segurança pública.

O presidente do sindicato dos postos da região, Giovani Alberto Testoni, disse que recebeu informações não confirmadas sobre movimento dos petroleiros para paralisarem a produção nas refinarias em apoio aos caminhoneiros grevistas.

Testoni explicou que o abastecimento só será regularizado cerca de cinco dias após a abertura das bases de distribuição.

Comentou também que as bases têm gasolina recebida por duto do Paraná, mas o estoque de álcool anidro que entra na proporção de 27% na mistura vem por caminhão e não está chegando devido aos bloqueios nas estradas.

O presidente do sindicato disse que apesar do governo federal ter anunciado o emprego das forças armadas, em Santa Catarina isso não ocorreu.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Mário Teixeira.
Piquete na base de distribuição de Itajaí.
Piquete na base de distribuição de Itajaí.

Bases de distribuição de combustíveis continuam fechadas neste sábado

Postos prosseguem com estoques zerados e sem perspectiva de regularização

Publicidade

Sábado, 26/5/2018 8:42.

Na manhã deste sábado as bases de distribuição de combustíveis de Guaramirim, Itajaí e Biguaçu continuavam fechadas por grevistas e dessa forma todos os postos atendidos por elas estão com estoques zerados.

Dos cerca de 250 postos em 21 municípios atendidos por Itajaí, apenas uns poucos receberam gasolina e diesel a pedido de prefeitos, como foi o caso de Balneário Camboriú, para atender veículos de saúde e segurança pública.

O presidente do sindicato dos postos da região, Giovani Alberto Testoni, disse que recebeu informações não confirmadas sobre movimento dos petroleiros para paralisarem a produção nas refinarias em apoio aos caminhoneiros grevistas.

Testoni explicou que o abastecimento só será regularizado cerca de cinco dias após a abertura das bases de distribuição.

Comentou também que as bases têm gasolina recebida por duto do Paraná, mas o estoque de álcool anidro que entra na proporção de 27% na mistura vem por caminhão e não está chegando devido aos bloqueios nas estradas.

O presidente do sindicato disse que apesar do governo federal ter anunciado o emprego das forças armadas, em Santa Catarina isso não ocorreu.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade