Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Fatma coleta pós-chuva e mais uma vez prejudica todo o litoral

Sistema de coletas da Fatma não atende as necessidades de Santa Catarina no verão

Sexta, 5/1/2018 8:05.

Publicidade

O relatório da Fundação do Meio Ambiente, Fatma, divulgado ontem (4) mostra impropriedade para banho na maioria das principais praias catarinenses.

É o resultado de coletar amostras após chuva forte como admitiu o próprio gerente da Fatma, Oscar Vasques Filho.

As chuvas fortes lavam as ruas e as praias, deixando os pontos de coleta de amostras, próximos à linha da maré, temporariamente poluídos.

A salinidade do mar e a circulação das águas em poucas horas revertem o quadro, mas como as coletas são semanais e até cinco delas são levadas em conta, apenas uma que apresente resultado ruim pode declarar um ponto impróprio durante cinco semanas.

Isso porque um ponto é declarado impróprio quando duas das cinco coletas apresentam contaminação com mais de 800 Escherichia coli por 100 mililitros de água, mas basta uma única coleta com mais de 2.000 Escherichia coli por 100 mililitros para o local ser declarado poluído.

Foi exatamente o que ocorreu desta vez, pontos historicamente próprios se tornaram impróprios devido à coleta com chuva.

Por exemplo, o ponto de coleta 12 em Balneário Camboriú, em frente à rua 2500 que desde 6 de junho estava próprio:

02/01/2018 - Impróprio
18/12/2017 - Próprio
11/12/2017 - Próprio
04/12/2017 - Próprio
27/11/2017 - Próprio

Isso já ocorreu em Janeiro de 2017 quando a Fatma declarou o ponto impróprio o mês inteiro, após realizar três coletas sucessivas com chuva.


Precisa ação para neutralizar a Fatma

A única forma de neutralizar o trabalho ruim da Fatma, que alega não ter recursos para coletas diárias, é a cidade montar seu próprio sistema de coleta e análise de amostras da água do mar, repetindo a amostragem diariamente nos pontos considerados impróprios por aquela Fundação.

Balneário Camboriú já fez isso, num dos governos de Leonel Pavan que contestava e batia de frente contra os procedimentos da Fatma.

Depois o sistema de coletas e o laboratório municipal foram desativados, expondo a cidade a prejuízos incalculáveis.

Orientação aos banhistas

O banho de mar deve ser evitado após chuvas fortes durante algumas horas.

Dois pontos em Balneário Camboriú são permanentemente poluídos e devem ser evitados, o Pontal Norte onde deságua o Canal do Marambaia e um ponto específico na praia de Taquaras, onde deságua a lagoa.

Para saber se um ponto é historicamente próprio ou impróprio para banho acessehttp://www.fatma.sc.gov.br/laboratorio/dlg_balneabilidade2.php

Resultados divulgados ontem

As bandeiras vermelhas indicam impropriedade

Região de Balneário Camboriú

Região de Itapema e Bombinhas

Região de Florianópolis



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Fatma coleta pós-chuva e mais uma vez prejudica todo o litoral

Sistema de coletas da Fatma não atende as necessidades de Santa Catarina no verão

Publicidade

Sexta, 5/1/2018 8:05.

O relatório da Fundação do Meio Ambiente, Fatma, divulgado ontem (4) mostra impropriedade para banho na maioria das principais praias catarinenses.

É o resultado de coletar amostras após chuva forte como admitiu o próprio gerente da Fatma, Oscar Vasques Filho.

As chuvas fortes lavam as ruas e as praias, deixando os pontos de coleta de amostras, próximos à linha da maré, temporariamente poluídos.

A salinidade do mar e a circulação das águas em poucas horas revertem o quadro, mas como as coletas são semanais e até cinco delas são levadas em conta, apenas uma que apresente resultado ruim pode declarar um ponto impróprio durante cinco semanas.

Isso porque um ponto é declarado impróprio quando duas das cinco coletas apresentam contaminação com mais de 800 Escherichia coli por 100 mililitros de água, mas basta uma única coleta com mais de 2.000 Escherichia coli por 100 mililitros para o local ser declarado poluído.

Foi exatamente o que ocorreu desta vez, pontos historicamente próprios se tornaram impróprios devido à coleta com chuva.

Por exemplo, o ponto de coleta 12 em Balneário Camboriú, em frente à rua 2500 que desde 6 de junho estava próprio:

02/01/2018 - Impróprio
18/12/2017 - Próprio
11/12/2017 - Próprio
04/12/2017 - Próprio
27/11/2017 - Próprio

Isso já ocorreu em Janeiro de 2017 quando a Fatma declarou o ponto impróprio o mês inteiro, após realizar três coletas sucessivas com chuva.


Precisa ação para neutralizar a Fatma

A única forma de neutralizar o trabalho ruim da Fatma, que alega não ter recursos para coletas diárias, é a cidade montar seu próprio sistema de coleta e análise de amostras da água do mar, repetindo a amostragem diariamente nos pontos considerados impróprios por aquela Fundação.

Balneário Camboriú já fez isso, num dos governos de Leonel Pavan que contestava e batia de frente contra os procedimentos da Fatma.

Depois o sistema de coletas e o laboratório municipal foram desativados, expondo a cidade a prejuízos incalculáveis.

Orientação aos banhistas

O banho de mar deve ser evitado após chuvas fortes durante algumas horas.

Dois pontos em Balneário Camboriú são permanentemente poluídos e devem ser evitados, o Pontal Norte onde deságua o Canal do Marambaia e um ponto específico na praia de Taquaras, onde deságua a lagoa.

Para saber se um ponto é historicamente próprio ou impróprio para banho acessehttp://www.fatma.sc.gov.br/laboratorio/dlg_balneabilidade2.php

Resultados divulgados ontem

As bandeiras vermelhas indicam impropriedade

Região de Balneário Camboriú

Região de Itapema e Bombinhas

Região de Florianópolis



Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade