Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Geral
Audiência Pública vai tratar sobre trânsito na Vila Real

Nesta quinta-feira

Quinta, 5/4/2018 11:50.
Ricardo de Oliveira/PMBC

Publicidade

A Associação dos Moradores da Vila Real (Amorvir) convida a comunidade daquele bairro para participar da Audiência Pública, nesta quinta-feira (5), para tratar questões relacionadas a trânsito.

A audiência que será realizada no Centro Comunitário do bairro, às 19h, foi marcada pelos vereadores David La Barrica e Marcos Kurtz

A presidente da Amorvir, Mauria Dalmas da Silva explicou que o assunto será em torno das modificações realizadas nas ruas Dom Daniel e Dom Felipe.

“O fluxo foi mudado e colocada a ciclovia. Alguns comerciantes acham que não deve ter ciclovia e deve voltar a ser como era antes. Outra parte da população defende a permanência da ciclovia, que foi uma solicitação dos pais da escola. E ainda outros preferem que invertam novamente as duas mãos. Por isso solicitamos esse estudo para o departamento de trânsito para saber quais as possibilidades que eles sugerem e nos oferecem, já que essa mudanças nos pegaram de surpresa no bairro”, disse.

Mauria destaca a importância dos moradores estarem presentes, já que o assunto será debatido e posteriormente votado pela decisão que for julgada mais conveniente para o bairro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Ricardo de Oliveira/PMBC

Audiência Pública vai tratar sobre trânsito na Vila Real

Nesta quinta-feira

Publicidade

Quinta, 5/4/2018 11:50.

A Associação dos Moradores da Vila Real (Amorvir) convida a comunidade daquele bairro para participar da Audiência Pública, nesta quinta-feira (5), para tratar questões relacionadas a trânsito.

A audiência que será realizada no Centro Comunitário do bairro, às 19h, foi marcada pelos vereadores David La Barrica e Marcos Kurtz

A presidente da Amorvir, Mauria Dalmas da Silva explicou que o assunto será em torno das modificações realizadas nas ruas Dom Daniel e Dom Felipe.

“O fluxo foi mudado e colocada a ciclovia. Alguns comerciantes acham que não deve ter ciclovia e deve voltar a ser como era antes. Outra parte da população defende a permanência da ciclovia, que foi uma solicitação dos pais da escola. E ainda outros preferem que invertam novamente as duas mãos. Por isso solicitamos esse estudo para o departamento de trânsito para saber quais as possibilidades que eles sugerem e nos oferecem, já que essa mudanças nos pegaram de surpresa no bairro”, disse.

Mauria destaca a importância dos moradores estarem presentes, já que o assunto será debatido e posteriormente votado pela decisão que for julgada mais conveniente para o bairro.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade