Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Porto Belo e Bombinhas sem acesso para veículos pesados
Google.
Essa pequena ponte deixou duas cidades ilhadas para caminhões.

Segunda, 30/1/2017 11:35.

As cidades de Porto Belo e Bombinhas estão sem acesso para veículos acima de 10 toneladas devido a problemas numa ponte e à inexistência de caminhos alternativos.

Hoje, às 22h, o trânsito será totalmente paralisado, inclusive para os veículos leves, numa tentativa de escorar com madeira a ponte que é de concreto.

A previsão é que às 6h de amanhã o trânsito seja liberado.

Devido à impossibilidade do trânsito de caminhões, os estoques de combustíveis já apresentam problemas.

A ponte, quase chegando em Porto Belo, sofreu rompimento de uma viga. O escoramento, sugerido pela Defesa Civil, é um paliativo, o conserto definitivo seria feito após a temporada.

Não há garantia que o conserto dê resultado, mas é a melhor forma, no momento, para tentar resolver.

Antigamente existia outro acesso, pelos morros, mas por determinação do Ministério Público Federal essa estrada está abandonada.

Os fatos mostram que é necessário resolver o problema de um segundo acesso às duas cidades, mesmo que isso cause danos ambientais a serem devidamente compensados.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Porto Belo e Bombinhas sem acesso para veículos pesados

Google.
Essa pequena ponte deixou duas cidades ilhadas para caminhões.
Essa pequena ponte deixou duas cidades ilhadas para caminhões.
Segunda, 30/1/2017 11:35.

As cidades de Porto Belo e Bombinhas estão sem acesso para veículos acima de 10 toneladas devido a problemas numa ponte e à inexistência de caminhos alternativos.

Hoje, às 22h, o trânsito será totalmente paralisado, inclusive para os veículos leves, numa tentativa de escorar com madeira a ponte que é de concreto.

A previsão é que às 6h de amanhã o trânsito seja liberado.

Devido à impossibilidade do trânsito de caminhões, os estoques de combustíveis já apresentam problemas.

A ponte, quase chegando em Porto Belo, sofreu rompimento de uma viga. O escoramento, sugerido pela Defesa Civil, é um paliativo, o conserto definitivo seria feito após a temporada.

Não há garantia que o conserto dê resultado, mas é a melhor forma, no momento, para tentar resolver.

Antigamente existia outro acesso, pelos morros, mas por determinação do Ministério Público Federal essa estrada está abandonada.

Os fatos mostram que é necessário resolver o problema de um segundo acesso às duas cidades, mesmo que isso cause danos ambientais a serem devidamente compensados.

Publicidade

Publicidade