Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Vereador quer explicações da Prosul sobre o centro de eventos
Divulgação.
Prefeito visitando a obra. O secretário Pavan aparece de costas.

Segunda, 6/2/2017 16:46.

O vereador Marcelo Achutti quer convocar a PROSUL Projetos, Supervisão e Planejamento Ltda., para prestar informações sobre o projeto feito por ela para o Centro de Eventos de Balneário Camboriú.

O projeto fugiu da proposta apresentada pela comunidade e tem erros grosseiros que estão sendo “corrigidos” com a obra em andamento.

Parte dessas correções resultaram no acréscimo de R$ 16,2 milhões numa obra cujo custo já era exorbitante.

Achutti alega que a obra tem investimento da prefeitura e por isto a Prosul deve explicações à comunidade de Balneário Camboriú.

Em outras ocasiões em que técnicos da Prosul vieram à cidade estavam em companhia de representantes do governo do estado, agora eles serão convocados para virem sozinhos.

Fabrício Oliveira visitou a obra

Nesta segunda-feira (6) o prefeito Fabricio Oliveira visitou a obra de centro de eventos e ao final sua assessoria divulgou que ele tem uma agenda de acompanhamento com o governo do estado.

Indagado pelo Página 3 sobre as deficiências do projeto o prefeito respondeu através da assessoria que “cabe ao Estado, que é o executor, dar informações de alterações e providências a serem tomadas”.

O que o jornal queria saber é se ele, como prefeito, considerando que a prefeitura está pagando grande parte da conta, tomou providências para que os erros do projeto sejam corrigidos.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Vereador quer explicações da Prosul sobre o centro de eventos

Divulgação.
Prefeito visitando a obra. O secretário Pavan aparece de costas.
Prefeito visitando a obra. O secretário Pavan aparece de costas.
Segunda, 6/2/2017 16:46.

O vereador Marcelo Achutti quer convocar a PROSUL Projetos, Supervisão e Planejamento Ltda., para prestar informações sobre o projeto feito por ela para o Centro de Eventos de Balneário Camboriú.

O projeto fugiu da proposta apresentada pela comunidade e tem erros grosseiros que estão sendo “corrigidos” com a obra em andamento.

Parte dessas correções resultaram no acréscimo de R$ 16,2 milhões numa obra cujo custo já era exorbitante.

Achutti alega que a obra tem investimento da prefeitura e por isto a Prosul deve explicações à comunidade de Balneário Camboriú.

Em outras ocasiões em que técnicos da Prosul vieram à cidade estavam em companhia de representantes do governo do estado, agora eles serão convocados para virem sozinhos.

Fabrício Oliveira visitou a obra

Nesta segunda-feira (6) o prefeito Fabricio Oliveira visitou a obra de centro de eventos e ao final sua assessoria divulgou que ele tem uma agenda de acompanhamento com o governo do estado.

Indagado pelo Página 3 sobre as deficiências do projeto o prefeito respondeu através da assessoria que “cabe ao Estado, que é o executor, dar informações de alterações e providências a serem tomadas”.

O que o jornal queria saber é se ele, como prefeito, considerando que a prefeitura está pagando grande parte da conta, tomou providências para que os erros do projeto sejam corrigidos.
 

Publicidade

Publicidade